HQ Armandinho

Os professores Adjuntos I e II inscritos no concurso de promoção para PEB (001/2015) foram até a Seduc no dia 26/06 para reafirmar a reivindicação de Promoção.

O momento se faz urgente já que o concurso tem vigência somente até o final do ano. Segundo a Secretária Adjunta de Educação, a Seduc também quer fazer as promoções, porém a Secretaria de Finanças alegou que não tem dinheiro no momento.

Na reunião ficou acertado que a Seduc fará um levantamento das salas “provisórias” que estão há anos nessa situação “provisória”, para que haja a criação de cargos. O SINDSERV pediu para disponibilizar também as vagas de professores readaptados em outras funções.

Para dar continuidade na reivindicação, ficou marcada a próxima reunião no dia 25/07 (terça-feira), às 17h, na Seduc (Pça dos Andradas, nº 25 ao 34, Centro), onde a Secretária Adjunta ficou de apresentar os apontamentos técnicos e políticos para a Promoção. Será importante que o maior número de Professores Adjuntos do concurso se organizem para estar presente nessa reunião.

“A Lista de Necessidades” (Bertolt Brecht)

Conheço muitos que andam com uma folha
Que contém o que necessitam.
Quem chega a ver a lista diz: é muito.
Mas quem a escreveu diz: é o mínimo.
Alguns no entanto mostram orgulhosos sua lista
Que contém muito pouco.

CONHEÇA A HISTÓRIA DESSA LUTA

Todas as conquistas dos trabalhadores são e foram feitas de ação, suor, lágrimas e até mesmo sangue ao longo da história e aqui no serviço público em Santos não é diferente.

Em 2011 fizemos um grande movimento e conseguimos Promoção para quase todos os inscritos, a maioria sem fixação de sede. Para termos possibilidades de conseguirmos isso, temos que aumentar o número de participantes não somente nesse ato, mas também nos próximos movimentos que fatalmente teremos que fazer.

Quando fizemos com a categoria o Plano de Carreira, em 2012, o governo queria que os Adjuntos fossem apenas para 75 horas (antes era 25h). A luta foi grande e conseguimos 105h, titularidade, entre outros.

É preciso conhecer essa história para entender que os governos podem sim realizar nossas reivindicações, mas só o fazem quando nos mobilizamos. O governo atual quer continuar punir os professores por conta da legítima greve que fizeram. Portanto, a luta será grande e a SUA PARTICIPAÇÃO SERÁ ESSENCIAL!

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.