Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) foram ontem (02/12) até a Secretaria de Saúde apresentar a reivindicação para que o governo cumpra o Piso Nacional dos dois cargos que não foi cumprido esse ano.

O governo federal repassa 95% do salário de todos os trabalhadores desses dois cargos. O município deveria colocar apenas os outros 5% para cumprir o Piso Nacional.

Segundo a Lei 13.708/2018, em 2020 o salário base dos dois cargos deveria ser de R$ 1.400,00, mas o governo só pagou R$ 1.351,68.

Em 2021 o piso será de R$ 1.550,00. Os trabalhadores estão na luta para não perder mais R$ 198,32 por mês e no final do ano chegar ao prejuízo de R$ 3.929,84.

Um representante da Secretaria recebeu o documento e se comprometeu a marcar a reunião o mais breve possível. Os trabalhadores decidiram que se não houver resposta até quarta-feira que vem, estarão na Secretaria novamente na quinta-feira (10/12) às 17h30.

ATITUDE LASTIMÁVEL

Enquanto aguardavam que algum representante do governo descesse para receber a reivindicação e marcar uma reunião para discutir o assunto, os trabalhadores viram o secretário de Saúde saindo do prédio e foram pedir para que ele os escutasse.

O Secretário ficou indignado, repetindo que o sindicato deveria ter marcado uma reunião. Porém, foi exatamente para isso que os servidores foram até lá. Ele queria que fosse marcada uma reunião para poder marcar outra reunião??? Vale lembrar que por vezes o sindicato apenas protocolou reivindicações da categoria com pedido de reunião e foi sumariamente ignorado. Por isso, os trabalhadores sempre são convocados para ir na entrega, explicar o pleito e marcar a reunião.

No nervosismo, o secretário ainda tentou intimar uma das Agentes que filmava a cena com o celular. Perguntou em tom sarcástico: “Tudo bom? Quer tirar foto comigo?”. Recebeu um “NÃO” convicto de quem sabe seus direitos e não vai se deixar ser intimada.

PISO NACIONAL JÁ!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.