O Sindserv tem à disposição de seus filiados um Departamento Jurídico que cuida especificamente dos processos, medidas administrativas, acompanhamento em procedimentos e processos realizados contra servidores, entre outros, todos na defesa do interesse da categoria.
Lamentavelmente, muitos de nossos filiados, às vezes até por ingenuidade, contratam advogados de escritórios particulares que prometem “verdadeiros milagres”. Centenas de servidores contratam advogados que não conhecem e/ou nunca viram, não recebem notícias, sequer sabem qual a finalidade dos documentos que assinaram e o direito que poderá ser pleiteado na justiça, sendo vítimas dos mais variados abusos e golpes.
Ainda mais, existem casos em que os servidores são condenados a pagar os honorários do advogado da parte contrária, que na maioria das vezes é a prefeitura municipal.  O sindicato já recebeu várias denúncias de casos tão graves que chegaram a ser penhorados bens dos servidores para pagamento dessas verbas.
O sindicato não pode responder pelos advogados e medidas jurídicas que estes realizam para diversos servidores por uma simples e única razão: o servidor, quando assina uma procuração, está concedendo poderes para um advogado defendê-lo em todos os termos e instâncias, abrindo mão do direito de ser defendido pelo sindicato e pelo advogado da entidade.
Por essa razão, o sindicato faz um ALERTA para que os servidores não se deixem enganar por promessas de vitória fácil. A Justiça brasileira é morosa e um processo não começa e termina da noite para o dia.
Servidor, fique atento!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.