Mesmo diante do descaso da Prefeitura para com os servidores e servidoras que até agora não têm uma contraproposta com o índice de aumento nos salários, a assembléia marcada para hoje, às 19 horas, no Sindicato dos Metalúrgicos (Av. Ana Costa, 55), está mantida.

Precisamos, mais do que nunca, lotar o auditório para demonstrar força e participação em massa.

Ontem, após desmarcar a reunião em que teria de apresentar um índice à diretoria do sindicato, o secretário de administração, Edgard Mendes Baptista Jr, teve de receber a categoria que foi até o gabinete do prefeito exigir uma satisfação.

Para tentar silenciar o barulho dos trabalhadores, anunciou que reporá a inflação (estimada em 5,13%) e incorporará o abono residual de R$ 17,02. Vamos deixar claro na assembléia que só isso não basta! A receita esse ano deverá bater recordes de arrecadação e o funcionalismo quer a sua parte!

Veja as nossas reivindicações esse ano:

– Incorporação do abono residual de R$ 17,04 (que o prefeito havia prometido para o ano passado);
5,13% (ICV-Dieese) para recompor a inflação de 2007;
26% a título de compensação pelas enormes perdas salariais acumuladas que somam 91,33%
(vale lembrar que, de 2004 para 2005, o governo Beto/Papa deu aumento para o prefeito, vice-prefeito e cargos de confiança de 31,70%- d.o. 31/12/004);
Aumento do auxílio-alimentação para r$ 220,00 ( dez reais por dia);
– Cesta básica de R$ 186,00 (média de preços da cesta na região) para trabalhadores de todos os níveis salariais.

 

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.