Mais uma vez a Justiça teve que intervir para garantir o respeito aos direitos dos professores e professoras da rede municipal de Santos. 

A Secretária de Educação, Suely Maia, desrespeitou decisão liminar que determinava a prorrogação do retorno dos educadores do período de férias. A secretária convocou os profissionais para atribuição de aulas a partir desta segunda (1º de fevereiro), contrariando a determinação do  Juiz substituto da 1ª Vara da Fazenda Pública, Leonardo de Mello Gonçalves, que fixou o retorno para o dia 3 de fevereiro com o objetivo de garantir 30 dias de descanso para os professores.

O SINDSERV recorreu novamente à Justiça, que concedeu a anulação da convocação, conforme  documento em anexo. Sendo assim, está cancelada a convocação nº 10/2010 (também em anexo) publicada no DO do dia 29/01,  que define o cronograma de atribuição de aulas.

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.