Todos os servidores de Santos estão convocados para realizar o primeiro ato da nossa Campanha Salarial. A manifestação será no dia 09/12, das 11 às 14h, no Paço Municipal (Pça Mauá, Centro). Os funcionários públicos já entregaram a pauta de reivindicação desde o dia 19/11 e até agora não tiveram nenhuma resposta.
 
É de extrema importância a presença do maior número possível de servidores. Está somente nas nossas mãos o resultado dessa campanha salarial. Se as atividades da Campanha Salarial forem esvaziados, o governo (em parceria com o sindicato-amigo-amigo-do-patrão) manterá sua prioridade na destinação do dinheiro público: Tudo para as OSs e empreiteiras amigas e nada para os servidores. Porém, se o movimento for maciço, a pressão aumenta e os trabalhadores arrancam do patrão aquilo que lhes pertence.
 
Em síntese, o aumento salarial e as conquistas por direitos estão diretamente relacionados com a capacidade de mobilização da categoria. Por isso:
 
TODOS AO ATO!
09/12 (quarta-feira), das 11 às 14h,
no Paço Municipal!
 
Veja abaixo a pauta:
 
• Reajuste salarial de 15%, sendo 10% referentes à inflação dos últimos 12 meses (IPCA) e 5% como parte das perdas históricas de anos anteriores. Caso a inflação aumente até a data base, o pleito será modificado;
 
• Correção do valor do Auxílio Alimentação para R$ 25,00 por dia, totalizando R$ 550,00 por mês e a extensão do benefício ao segundo registro dos servidores com dois registros funcionais;
 
• Correção do valor da Cesta Básica para R$ 440,00, bem como a extensão do benefício a todos os servidores da Prefeitura (ativos e inativos) e ao segundo registro dos servidores com dois registros funcionais;
 
• Mais 1% de contribuição da prefeitura para a CAPEP Saúde;
 
• Pelo fato da Administração Municipal divulgar nos meios de comunicação que a arrecadação sofre efeitos da crise econômica, reivindicamos implantação de medidas urgentes de contenção de despesas como segue: 
  • Fundir as Secretarias Municipais de Comunicação e de Segurança ao Gabinete do Prefeito, extinguindo da primeira todos os cargos de livre provimento, e da segunda todos os cargos de livre provimento não ocupados por Guardas Municipais, transformando primeira e segunda em departamentos, mantendo em ambas as atuais seções.
  •  Fundir a Secretaria Municipal de Cidadania com a de Assistência Social, extinguindo da primeira todos os cargos de livre provimento, mantendo as atuais seções.
  •  Fundir a Secretaria Municipal de Serviços Públicos com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações, extinguindo da segunda todos os cargos de livre provimento, mantendo as atuais seções.
  • Fundir a Secretaria Municipal de Turismo com a Secretaria Municipal de Esportes, extinguindo da primeira todos os cargos de livre provimento, mantendo as atuais seções.
  • Fundir a Secretaria Municipal de Planejamento com a de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos, extinguindo da primeira todos os cargos de livre provimento, mantendo as atuais seções.
  •  EXTINÇÃO DE SECRETARIA

    • Extinguir a Secretaria Municipal de Assuntos Portuários 
  • EXTINÇÃO DE CARGOS DE LIVRE PROVIMENTO

    • Gabinete do Vice Prefeito – um (01) C1 e um (01) C3;
    • Secretaria de Finanças – Secretário Adjunto;
    • Secretaria de Gestão – Secretário Adjunto;
    • Secretaria de Educação – Secretário Adjunto e dois (02) C3;
    • Secretaria de Saúde – Secretário Adjunto;
    • Secretaria de Cultura – Secretário Adjunto, dois (02) C1 e cinco (05) C2;
    • Secretaria de Meio Ambiente – Secretário Adjunto e dois (02) C2;

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.