Estamos vivenciando mais uma demonstração de que o Governo de Paulo Alexandre, de inovador, não tem nada. Depois de seguir o conselho de Beto Mansur de oferecer abono aos servidores, agora Barbosa parece seguir o exemplo do ex-prefeito também quando o assunto é não cumprir a avaliação da categoria para evolução no plano de carreira.

Todo mundo sabe que Mansur deu o calote nos trabalhadores e não cumpriu a lei do PAV, do antigo PCCS.
O atual governo municipal vai pelo mesmo caminho. A administração já deveria ter publicado um decreto, de iniciativa do prefeito, com os critérios de classificação do processo de progressão funcional. Também não providenciou outro decreto com a regulamentação dos trabalhos da comissão de gestão de carreiras, que tem por atribuição julgar os vários recursos dos servidores em relação ao primeiro processo de avaliação do PCCV.

O processo de implementação da avaliação começou em 12 de março. O SINDSERV tem conhecimento de que as minutas de tais decretos estão prontas.
Por que, então, não são logo publicadas? Será que esta atitude é mais uma das tentativas de cortar gastos às custas dos trabalhadores?

Para os servidores que quiserem acompanhar, o número do processo interno sobre o assunto é 266742013/12.

Até agora, somente o Sindserv indicou o seu representante junto à comissão de gestão de carreira. A prefeitura não indicou nenhum de seus representantes. Tais exigências constam da lei municipal de nº 758/12 que estabeleceu o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores municipais. Se o governo se omitir e não editar estes instrumentos legais, fica impossível para o DEGEP publicar a classificação dos 35% de servidores habilitados para a progressão funcional.

Continuaremos pressionando o governo para que o decreto seja publicado urgentemente, para que até dia 15 de maio, quando fecha a folha de pagamento, a classificação tenha saído e os habilitados possam receber os valores retroativos ao mês de abril.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.