Você pode ficar sem atendimento médico! PARTICIPE! Manifestação no Paço Municipal dia 12/11 (quinta-feira) às 17h. Paulo Alexandre fez a dívida e agora quer fugir sem pagar!

DÍVIDA DE R$ 13 MILHÕES!

A CAPEP Saúde está com um montante de dívida de R$ 13 MILHÕES com os hospitais, médicos e clínicas de exames.

ENQUANTO ISSO, AMIGUINHO DO PREFEITO MAMA EM OUTRA TETA

Charge do Eustázio numa boa tomando água de coco

Eustázio Pereira Filho, ex-presidente que deixou uma dívida de R$ 11 milhões para a CAPEP em 2018. Agora está muito bem, obrigado. O amigo pessoal, Paulo Alexandre, descolou um carguinho no Gabinete da Secretaria de Governo.

Queremos a apuração e responsabilização do Eustázio pela dívida que escondeu inclusive do Conselho Administrativo e Fiscal e omitiu nas Audiências Públicas de prestação de contas.

Reivindicamos também participação na escolha dos próximos presidentes da CAPEP Saúde. Atualmente a escolha é única e exclusiva do prefeito.

PAULO ALEXANDRE (PSDB) É O CULPADO

Paulo Alexandre foi quem colocou Eustázio na presidência da CAPEP. E Paulo Alexandre não quis escutar os pedidos dos servidores que perceberam os desmandos do presidente e pediram seu afastamento. Somente depois de 3 anos de muito barulho e quando o rombo já estava feito, Paulo Alexandre resolveu trocar o presidente da CAPEP.

No começo de 2019, o prefeito chegou a reconhecer que tinha culpa no cartório e concedeu mais 0,5% de contribuição do governo para a CAPEP, mas isso só durou por um ano. Em 2020 quando os servidores mais precisaram da CAPEP por conta do COVID-19, Paulo Alexandre cortou os 0,5% e as dívidas da CAPEP voltaram a aumentar.

Para se ter uma ideia, comparando 2019 com 2020 (de janeiro até setembro) as Diárias Hospitalares em UTI aumentaram em 42%. Tivemos 248 servidores e dependentes internados por COVID-19 de abril à setembro.

Os 0,5% são equivalentes à R$ 8 milhões por ano. Ou seja, se o governo estivesse mantido o índice, a dívida do Eustázio estaria quase acabando.

ROGÉRIO SANTOS (PSDB) NÃO SE COMPROMETE COM CAPEP

O candidato à prefeito indicado pelo Paulo Alexandre não quis se comprometer a voltar a contribuição dos 0,5% para o CAPEP. Não quis se comprometer com nada, faltando aos encontro com o sindicato.

Independente de quem ocupar a cadeira de prefeito a partir de 2021, os servidores continuarão a cobrar a volta dos 0,5%, pois foi culpa da administração que a CAPEP entrou no buraco e o prefeito que assumir tem que sanar a dívida.

VEJA COMO CADA CANDIDATO SE COMPROMETEU COM A CAPEP

Banha (MDB)

Foto da cadeira vazia com a placa: "Banha (MDB)"

FUGIU! NÃO SE COMPROMETEU COM A CAPEP E COM OS SERVIDORES!

Bayard (PTB)

Foto do Bayard (PTB)

“(…) É necessária a manutenção da CAPEP e essa administração deve ser compartilhada. Eu creio que um conselho com a discussão compartilhada de administração do especialista na área. E quanto a participação da prefeitura no que diz respeito à colaboração, ou seja a participação no aumento, eu acho que isso é válido. Porque o servidor público, satisfeito com aquilo que recebe, com certeza também será um entusiasta nas suas tarefas (…)”

Carlos Paz (Avante)

Foto do Carlos Paz (Avante)

“(…) Eu concordo com você que não é interessante um plano de saúde comum (…), mas eu acho que é interessante uma administração profissional, uma administração que não tenha a ingerência do corporativismo da política, e que isso seja decidido através da contratação de um administrador de planos de saúde. (…)”

Delegado Romano (DC)

Foto do Delegado Romano (DC)

“(…) O que nós vimos foi uma gestão equivocada, desidiosa [sem vontade] e incompetente ao longo desses últimos 8 anos que trouxeram um prejuízo, que já foi um pouco atenuado, mas que ainda persiste. A responsabilidade da situação da CAPEP foi dos últimos gestores. (…) Nós vamos colocar na direção da CAPEP uma pessoa competente e colocar o conselho consultivo e fiscal funcionários públicos ativos que acompanhem e também revelem as irregularidades (…)”

Douglas Martins (PT)

Foto do Douglas Martins (PT)

“(…) Todas as estruturas, inclusive as próprias empresas públicas, onde a administração pública têm presença determinante, e que foram abandonados no meio do caminho e depois essas dívidas não são gerenciadas e não são solucionados. Em relação à manutenção dos direitos, esse é o princípio, mas a discussão da saída, inclusive do equacionamento da dívida, tem que ser objeto de um diálogo direto entre servidores e administração através de uma mesa permanente de negociação (…)”

Dr. Marcio Aurelio (PDT)

Foto do Dr. Marcio Aurelio (PDT)

“(…) A CAPEP é uma joia de Ouro da rainha para os servidores. Você precisa ter segurança para trabalhar, você tem que sentir que você e sua família estão protegidos. Nós temos cerca de 26 mil beneficiários que dependem dessa segurança. Agora infelizmente a política usual é aquela política adjetivada, a política da astúcia, da puxada de tapete, o meu primeiro,… Não é política substantiva, que é a política como ciência e arte do debate em prol do bem comum. A CAPEP é o órgão técnico de proteção do servidor e como tal ela deve ser tratada. Administrada desta forma por um especialista e um corpo técnico permanentemente auditado (…)”

Guilherme Prado (PSOL)

Foto do Guilherme Prado (PSOL)

“(…) Eles colocaram a granada no bolso do servidor e uma armadilha para a gente sair dessa. Queda de arrecadação, uma crise maior do que a gente jamais tenha visto. A gente vai precisar recuperar a economia da cidade para conseguir também aumentar esse repasse. Porque não vamos aumentar a alíquota como eles fizeram também com o IPREV, com a Reforma da Previdência (…)”

Ivan Sartori (PSD)

Foto do Ivan Sartori (PSD)

“(…) Vamos fazer um levantamento profundo, uma auditoria profunda, vamos examinar a situação na CAPEP e nós vamos, dentro das possibilidades, conversando com servidores, como sempre conversei ,sempre recebi a categoria, vamos encontrar uma saída para melhorar a situação da CAPEP. É gradativo, demora, mas eu estou firme nesse propósito (…)”

João Villela (Novo)

Foto do João Villela (Novo)

“(…) Eu entendo que realmente deve ter havido uma série de problemas, falta de gestão adequada e nós temos que fazer urgente uma auditoria e verificar o que que aconteceu, como é que tá sendo investido o dinheiro do servidor público. É somente uma auditoria muito bem feita e profissional é que é possível identificar onde estão os problemas (…)”

Luiz Xavier (PSTU)

Foto do Luiz Xavier (PSTU)

“(…) Aqui em Santos o secretário da Saúde vai ser eleito pelos trabalhadores da Saúde, secretário da Educação pela Educação. E a questão da CAPEP, será resgatada sim. Porque serão os funcionários públicos, aqueles que dependem do bom funcionamento da saúde financeira da CAPEP, é que vão gerir a CAPEP. Quem vai gerir a CAPEP serão aqueles que são interessados, que vivem e depende diretamente do seu atendimento médico (…)”

Marcelo Coelho (PRTB)

Foto do Marcelo Coelho (PRTB)

“(…) Primeiro a gente tem que entender o que é esse rombo. E óbvio que se for necessário, esse repasse desse 0,5% até que se sane as contas vai ser feitos, pode ficar tranquilo. A minha ideia é manter a CAPEP Saúde. (…) Esse buraco que ficou é de incapacidade ou, eu não quero nem falar uma outra palavra, mas é óbvio que a CAPEP dá superavit. (…)”

Moysés Fernandes (PV)

Foto do Moysés Fernandes (PV)

“(…) É óbvio que a gente pretende manter a CAPEP e equalizar a questão do repasse. Eu não sei de que forma que a gente vai pegar a prefeitura, o orçamento que foi aprovado. (…) O que a gente vai fazer (…) é sentar com os servidores, com o sindicato para buscar as melhores soluções. Se a gente não conseguir equalizar, equilibrar essa questão, no primeiro ano, vamos buscar equilibrar no segundo ano. A garantia que eu posso dar é que a gente vai sim manter a CAPEP e que vai buscar equalizar essa questão (…)”

Rogério Santos (PSDB)

Foto da cadeira vazia com a placa: "Rogério Santos (PSDB)"

FUGIU! NÃO SE COMPROMETEU COM A CAPEP E COM OS SERVIDORES!

Tanah Corrêa (Cidadania)

Foto do Tanah Corrêa (Cidadania)

“(…) Eu acho que tem que haver uma parte maior do servidor público dentro da organização da entidade. Tem 1 para 5, tem que pôr 3 para 2 e a presidência tem que ser alguém que seja indicado pelo sindicato, que é o dinheiro dele que tá aí. A saúde dele que tá ali, não é a saúde do prefeito, nem do secretário, é a saúde do funcionário público (…)”

Thiago Andrade (PC do B)

Foto da cadeira vazia com a placa: "Thiago Andrade (PC do B)"

FUGIU! NÃO SE COMPROMETEU COM A CAPEP E COM OS SERVIDORES!

Vicente Cascione (PROS)

Foto do Vicente Cascione (PROS)

“(…) Se há a possibilidade de colocar pessoas certas nos lugares certos, você fecha hemorragia. Porque governar recebendo o sangue na artéria do lado de cá e vazando sangue sangrando do lado de lá. [Desse jeito] Nunca você vai sair. Auditoria! Ninguém adivinha hoje o que a prefeitura é! Auditoria para a gente poder tomar conhecimento. Não vou ficar aqui chutando sobre o que eu vou encontrar, mas se eu entrar vou achar o que existe de errado (…)”


Veja as respostas na íntegra aqui:

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.