Montagem com a Secretária de Educação Cristina Barletta rasgando um papel onde está escrito "Protocolo"

Foi muito grave o que os diretores do sindicato presenciaram na manhã de sexta-feira (11/06). Como tem acontecido quase todos os dias, os diretores do SINDSERV Santos receberam um pedido de orientação de caso suspeito de covid-19 em uma escola. Foram até lá com o intuito de orientar e fiscalizar o cumprimento do protocolo para esses casos.

Chegando na UME Irmã Dolores, o sindicato foi informado que a chefia imediata da unidade, seguindo corretamente o protocolo, comunicou o Programa de Saúde na Escola (PSE) de que foram 9 os trabalhadores que tiveram contato com a pessoa que apresentou sintomas.

O protocolo é nítido nesse ponto, sem deixar nenhuma margem para interpretações: “Todos os contactantes do caso suspeito/confirmado que tiveram contato com o doente (…), DEVEM ficar isolados por 14 dias”.

Porém, a Secretária de Educação Cristina Barletta também foi até a escola com o nítido intuito de abafar o caso e fazer a Equipe Técnica descumprir o protocolo do próprio governo.

Segundo ela, é uma questão de interpretação e os contactantes podem optar se irão continuar trabalhando presencialmente ou não. Ainda segundo ela, “as pessoas são adultas” e teriam “livre arbítrio”, teriam o “direito de não se afastar” se quisessem.

Não bastasse a bizarra distorção do protocolo, a Secretária começou a constranger os funcionários na frente de todo mundo perguntando se eles queriam se afastar ou não. Atitude repugnante e assediosa.

Para finalizar, Barletta ainda “chamou o Del Bel” achando que os Guardas Municipais intimidariam os diretores ou qualquer coisa parecida.

Pois bem, de tarde o sindicato ficou sabendo que o caso que era suspeito testou positivo para covid-19. Menos mal que o sindicato foi chamado e deu as orientações corretas, como a de avisar todos os pais na entrada da escola, porque se dependesse da Secretária…

FORA BARLETTA!

CHAME O SINDICATO!

Continuamos indo em todas as unidades, de todas as Secretarias, onde somos chamados. Chame o sindicato para ajudar a seguir os protocolos de segurança sanitária. Denuncie também se não forem garantidos Equipamentos de Proteção Individual e/ou condições de trabalho mínimas.

A sua saúde e a saúde da população dependem da sua ação, não se omita!

(13) 3228 7400 entre 10 e 14 horas
sind_serv@uol.com.br
https://portal.sindservsantos.org.br/contato
https://www.facebook.com/SindservSantos
https://www.instagram.com/sindservsantos