O prefeito Papa enviou para a Câmara o projeto de lei que taxa os dependentes de servidores para a utilização da Capep Saúde. A votação em primeira discussão está prevista para esta segunda-feira. O Sindserv convoca toda a categoria a lotar o plenário da Sala Princesa Isabel para sensibilizar os vereadores a não votarem a proposta, que fere brutalmente os funcionários.

O ato é nesta segunda-feira, dia 29, às 18 horas.

Hoje os trabalhadores e aposentados fizeram novo protesto na porta da Capep, com o objetivo de demonstrar aos conselheiros da autarquia a necessidade de rever os planos do Executivo.

Não dá mais para arrochar nossos salários. Com a criação do Iprev o desconto pulou para 12%. Se o projeto de lei passar na Câmara, o servidor poderá pagar entre a Capep e o Iprev de 21% a 24% do seu salário. Vai sobrar o que?

Diga não a mais um corte no holerite. Proteste e ajude-nos a brecar mais uma apunhalada no peito dos servidores. 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.