Uma reportagem publicada na edição do Diário do Litoral desta quinta-feira, 4 de dezembro, relata problemas estruturais no prédio da PRODESAN (Progresso e Desenvolvimento de Santos) que ameaçam a segurança do local e, mais importante, dos mais de 400 empregados que trabalham ali.

No entanto, esse problema não é novo. Na verdade, se arrasta há um bom tempo. Prova disso é o fato de que o SindServ já havia denunciado há mais de dois meses uma série de situações de risco por falta de manutenção e reparos na estrutura do prédio. Buracos no teto, piso danificado, fissuras e rachaduras na estrutura externa foram alguns dos problemas apontados.

Leia aqui o Ofício enviado pelo Sindserv e clique aqui para acessar a resposta da Prodesan

Além disso, confira no vídeo abaixo reportagem da TV Santa Cecília, que mostra a precariedade do prédio e a negligência dos gestores da Prodesan, que prometem o início da reforma há tempos sem nada fazer de concreto. Mais uma vez, o Sindserv cobra diretamente a Prefeitura a responsabilidade por tomar as providências necessárias.

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.