Montagem com manchetes de notícias de professores e alunos mortos por COVID-19 após reabertura das escolas

Em todo o Brasil, onde as aulas presenciais voltaram, explodiram o número de casos. Muitos professores e crianças já morreram por conta da irresponsabilidade dos governantes. Em menos de 3 semanas, já são mais de 20 professores da rede estadual de São Paulo mortos.

Segunda-feira morreu no Guarujá de COVID-19 o professor Paulo Henrique Camargo, de apenas 40 anos. Ele atuava na Escola Estadual Ignácio Miguel Estéfno onde mais 8 professores foram infectados. Na quarta-feira outra professora faleceu, Maria Izabel Roma de Andrade, da escola particular Pixote e Evoluir, em Santos. Ambos estavam atuando nas aulas presenciais.

DENUNCIE

Os servidores devem comunicar imediatamente o sindicato caso haja qualquer caso suspeito de COVID-19 entre funcionários ou alunos da unidade. Também deve denunciar caso não haja condições de executar o trabalho com segurança mínima! O sindicato está com diretores de plantão para te atender pelo telefone 3228-7400 ou pelo link https://portal.sindservsantos.org.br/denuncie/

Verifique se todas as condições prometidas pelo governo estão sendo atendidas (veja aqui). Se não tiver, SE RECUSE A SE EXPOR E EXPOR OS ALUNOS ao risco e contate imediatamente o sindicato.

Não se omita. A sua atitude pode salvar a SUA VIDA, a vida dos SEUS PARENTES, dos seus COLEGAS de trabalho, dos ALUNOS, dos FAMILIARES deles e de TODA A POPULAÇÃO!