No dia 08/04, o SINDSERV e representantes dos funcionários de escola se reuniram com o Secretário de Gestão que prometeu dar resposta sobre o adicional por complexidade em 15 dias. Já se passaram mais de um mês e até agora nada!

Os funcionários reivindicam adicional por complexidade (Lei 752-12, Art. 77 e 78). Eles trabalham nas 8 escolas municipais onde parte dos professores e equipe técnica já recebem esse adicional (Esmeraldo Tarquínio, Oswaldo Justo, Pedro Crescenti, Pedro II, Cidade de Santos, José Carlos de Azevedo Júnior, Padre Leonardo Nunes e 28 de Fevereiro).

Embora tenha reconhecido que o pleito é pertinente, o Secretário pediu os 15 dias para consultar os técnicos da Seduc e a Secretária da Educação, que já manifestou não ter nada contrário a reivindicação e que diria ser favorável caso o Secretário a procurasse.

O tempo urge!
O direito a complexidade para os funcionários de escola onde há trabalhadores que já recebem o benefício não pode ser mais prorrogado. Todo mês, seus salários deixam de receber 20% do vencimento do cargo (para grau 2) ou 10% (grau 1) injustamente. Antes de tudo, essa é uma luta por igualdade de direitos. Não há motivo para que alguns recebam e outros não, pois os critérios para a complexidade são relacionados ao local de trabalho.

Fique de olho no chamado futuro

Porteiros, cozinheiros, merendeiras, auxiliares de serviços gerais, oficiais administrativos, secretários escolares, auxiliares bibliotecários, inspetores de alunos e professores que ainda não recebem: FIQUEM ESPERTOS! Caso a Prefeitura não marque a reunião para divulgar o resultado da nossa reivindicação, teremos que decidir os próximos passos de nossa luta! Caso a Prefeitura marque a data da reunião, divulgaremos e TODOS devem comparecer! Não adianta ficar apenas na torcida, têm que PARTICIPAR!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.