Em assembleia realizada nesta quinta-feira, os funcionários de escolas aprovaram as reivindicações a serem encaminhadas, em forma de minuta de projeto de lei, à secretária de Educação Jossélia Fontoura.

Os trabalhadores pedem a realização de concurso de remoção e o direito à fixação de sede, além de recesso escolar.

Estas solicitações foram apresentadas em reuniões realizadas entre o SINDSERV, os funcionários de escolas e a própria secretária.

Além destes, outros pontos foram pleiteados. Um deles diz respeito à realização do Pró-Funcionário, programa de capacitação que gera uma gratificação de R$ 150,00 aos que passarem pela formação. Este pedido, segundo Jossélia, será alvo de análise.

Outras reivindicações foram de pronto descartadas pela titular da Educação, sob a justificativa de que o momento financeiro da administração não é favorável.

Os pedidos não atendidos são: adicional noturno nos mesmos moldes do que é concedido aos professores; adicional de complexidade, reconhecimento do assédio moral como crime administrativo, criação da proporcionalidade funcionário x aluno, que os funcionários também estejam envolvidos no projeto de inclusão social de crianças com necessidades especiais e redução de jornada sem redução de salário.

Para marcar a entrega das reivindicações, um ato será realizado nesta sexta, dia 3, às 17h30, na sede da Secretaria de Educação (Rua Frei Gapar, 25).

COMPAREÇA E FORTALEÇA MAIS ESSA LUTA!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.