No mês de março, além da contribuição de sócio, a Prefeitura desconta no seu holerite o IMPOSTO SINDICAL, o valor de um dia de trabalho.

A PMS deposita o dinheiro na Caixa Econômica Federal, que por sua vez retém 40% para o Governo Federal e devolve 60% para os sindicatos. Todo ano enviamos um oficio solicitando que a PMS não realize o desconto, o que não é atendido.



Como fazemos todos os anos, devolveremos os 60% no dia 8 de junho de 2013, das 9h às 17h.



Data da devolução: 08/06/2013 (Sábado)



Horário: das 09h00 às 17h00



Endereço: Av. Afonso Pena nº 350 – Salão da Paróquia São Benedito.




IMPORTANTE:
Para receber a devolução é obrigatório que o próprio servidor compareça ao local e apresente os seguintes documentos: identificação com foto e o holerite de março/2013.



O QUE É O IMPOSTO SINDICAL ?


O Imposto Sindical foi criado no governo de Getulio Vargas, para atrelar o movimento sindical (na época combativo) às estruturas do Estado brasileiro e aos partidos políticos. Esse imposto fez proliferar por todo o pais milhares de sindicatos, chamados “sindicatos de cartório”, que não associam trabalhadores, não organizam a luta das categorias e cujas diretorias pelegas recebem todo ano uma montanha de dinheiro desse Imposto.

Alem das diretorias pelegas, surgem centenas de Federações, Confederações e Centrais Sindicais, todos de olho nos milhões de reais arrecadados todos os anos através desse imposto. Nos dias de hoje, esse gigantesco conjunto de instituições sindicais, na sua maioria acomodadas e atreladas aos patrões, se esbalda nessa montanha de recursos retirados dos trabalhadores brasileiros.



Veja como o Governo Federal distribui o Imposto Sindical.



60% retornam para os sindicatos; 15% são rateados entre as Federações; 10% são rateados entre as Centrais Sindicais; 5% vão para as Confederações e, 10% ficam com o Ministério do Trabalho.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.