Ilustração juridico

Atendendo o pedido do sindicato no Dissídio Coletivo de Greve, o vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ademir Benedito, marcou a audiência de conciliação para o dia 18 de abril. Como a data está muito distante, o advogado do sindicato já marcou uma reunião com a juíza Nídia Rita Sorci, assessora do Ademir, na segunda-feira com o intuito de explicar a urgência do caso e pedir a antecipação dessa data.

No mesmo despacho, o desembargador também indeferiu temporariamente o pedido do sindicato para que o governo pare de assediar moralmente os servidores (com ameaças de descontar os dias parados) por entender que o assunto será tratado nessa reunião de conciliação.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.