Graças a mobilização dos professores que se organizaram no dia 10/12 e protestaram no Paço Municipal na última sexta-feira (13/12), o secretário de gestão, Fábio Ferraz, se comprometeu à não dar o calote no pagamento da parte do 13º referente aos projetos e substituição de Função Técnica de Educação.

Essa pode ser considerada uma conquista da categoria que se mobilizou por seus direitos. E é muito diferente da conversa mole do dia anterior ao ato de que iriam "encaminhar o processo à PGM (Procuradoria Geral do Município)".

Por estas e outras, o SINDSERV segue convicto de que só a MOBILIZAÇÃO dos trabalhadores consegue barrar os ataques aos nossos direitos e é o único meio para avançar rumo a novas conquistas. O sindicato sozinho não conseguiria nada indo negociar sem a mobilização da categoria. Não há atalhos, os governantes só respeitam nossos direitos se nos fazemos presentes nas reuniões, assembleias e atos públicos.

Reveja como foi a mobilização dos professores:
-09/12/13: Paulo Alexandre Barbosa "presenteia" Professores Adjuntos: Nesse texto chamamos atenção dos professores para o CALOTE, rebatemos os argumentos da Prefeitura e chamamos reunião com os servidores;
-11/12/13: Professores vão à luta contra CALOTE no 13º!: Noticiamos aqui como foi a reunião e chamamos pro ato;
-12/12/13: Educação: benefício será computado no 13° e férias: No dia seguinte, governo tenta desmobilizar categoria com conversa mole;
-13/12/13: Professores não só realizam ato como também conseguem garantia de que o pagamento será realmente efetuado dia 20/12;

NENHUM DIREITO A MENOS!
AVANÇAR RUMO A NOVAS CONQUISTAS!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.