As monitoras de creche de Santos voltam a ocupar as galerias da Câmara ontem  (07/10) para potestar novamente contra a atitude da Seduc em remanejá-las de local de trabalho.
 
No dia 27, após paralisarem a sessão e entregarem um abaixo-assinado contra a medida, elas obtiveram o compromisso do presidente do Legislativo, Marcus De Rossis, bem como dos integrantes da CEV da Educação, de que uma reunião seria marcada com a secretária Sulely Maia para discutir o assunto. Porém, na
da foi encaminhado desde então.
 
As monitoras vão continuar lutando pelo compromisso de que não vão ser remanejadas de seus atuais locais de trabalho e de que serão reconhecidas como educadoras.  Afinal, foi com esse objetivo que a Prefeitura custeou cursos superiores de pedagogia às profissionais, conforme prevê a Lei de Diretrizes e Bases (LDB).

SÓ A LUTA MUDA A VIDA!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.