"Se tens um coração de ferro, bom proveito.  O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia".

A fase é de José Saramago, autor de ‘Ensaio sobre a cegueira’ e vencedor do Prêmio Nobel. Saramago faleceu ontem, em consequência de falha múltipla dos órgãos.

Deixou órfãos não só leitores de suas obras, mas admiradores de tudo o que esse expoente da literatura contemporânea representou. Suas posturas, suas escolhas e suas condutas denunciando injustiças e se pronunciando sobre os conflitos políticos de sua época marcaram Saramago como uma das mais importantes personalidades mundiais do século 20.

Separamos algumas frases do escritor que ficarão eternizadas, assim com a sua lembrança:

"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais".

"Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara".

"Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos".

"O espelho e os sonhos são coisas semelhantes, é como a imagem do homem diante de si próprio".

"Há ocasiões que é mil vezes preferível fazer de menos que fazer de mais, entrega-se o assuntto ao governamento da sensibilidade, ela, melhor que a inteligência racional, saberá proceder segundo o que mais convenha à perfeição dos instantes seguintes".

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.