Imagem da publicação que a Secretária de Educação, Cristina Barletta, fez ontem (21/03/2021) nas suas redes sociais: "Não podemos seguir condenando uma geração inteira com escolas fechadas por prazo indeterminado! Escolas abertas devem ser a prioridade sempre!"

Nas duas últimas semanas, dois trabalhadores da educação, servidores públicos municipais de Santos, morreram vítimas da Covid-19. Na semana passada, o cozinheiro Wagner Rodrigues da UME Bandeira Brasil e nesta madrugada a professora Andrea Alves da UME Claudia Helena dos Santos Oliveira Correa e mediadora da UME Waldery de Almeida.

Nós, do SINDSERV Santos, lamentamos profundamente a morte destes trabalhadores e de todos os demais trabalhadores da nossa categoria e dos mais diversos setores, que perderam suas vidas por serem vítimas de governos e patrões que têm colocado os interesses privados acima das nossas vidas.

Também repudiamos veementemente a atitude macabra e negacionista da Secretária de Educação, de Saúde e do prefeito de Santos. Estes decidiram abrir as escolas para aulas presenciais durante a escalada de contaminações e mortes da chamada “segunda onda”, autorizando e estimulando o trânsito de milhares de alunos, pais e funcionários das escolas públicas, particulares e conveniadas.

Temos certeza que o primeiro lugar do Estado, ocupado pela cidade de Santos na mortalidade por Covid-19 em números relativos, e o crescente número de contaminações e mortes que causaram o atual colapso, poderiam ter sido evitados se erros grosseiros como este não tivessem sido cometidos desde o início da pandemia.

E em meio a tudo isso essa foi a publicação da Secretária de Educação, Cristina Barletta, fez ontem (21/03) nas suas redes sociais:

“Não podemos seguir condenando uma geração inteira com escolas fechadas por prazo indeterminado! Escolas abertas devem ser a prioridade sempre!”

Cristina Barletta (21/03/2021)

Ou seja, o governo reconhece a catástrofe decretando “lockdown” a partir de amanhã (23/03), mas não reconhece que tomou decisões equivocadas. Insistir nos mesmos erros não é somente burrice é mau-caratismo.

Secretária, se não for para fazer autocrítica e lamentar as mortes, é melhor ficar calada!

MANUTENÇÃO TOTAL DAS AULAS REMOTAS ATÉ A IMUNIZAÇÃO VACINAL!