Será realizada hoje, às 15h30, nova reunião entre os representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Santos (Sindserv), Sindicato dos Estatutários (Sindset) e a Secretaria de Educação (Seduc) para mais uma vez definir o processo de escolha dos integrantes do Conselho Municipal para Acompanhamento e Controle do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb).

No último dia 11 de outubro, o processo de eleição, definido em acordo firmado entre as três partes envolvidas, foi interrompido unilateralmente pelos representantes do Sindest, que abriram a urna instalada na escola estadual Avelino da Paz Vieira, jogaram os votos fora e se retiraram da eleição. Eles alegaram que a eleição não deveria ser considerada válida porque um dos representantes do segmento professor, eleito no processo eleitoral realizado anteriormente pelo Sindserv, dá aula na escola onde o pleito foi realizado.

O Sindserv lamenta o ato antidemocrático do Sindest, que de novo emperrou o processo de escolha da categoria e mais uma vez atrasa a formação do conselho que está deixando de fiscalizar a aplicação dos R$ 41 milhões destinados para o Fundeb neste exercício.

A atitude é vista como um desrespeito com os professores que foram até a escola votar. O Sindest não quis participar da definição do local de votação e aceitou a decisão tomada em conjunto entre a Seduc e o Sindserv. 

É bom que se esclareça que a escola é estadual e apenas os professores da rede municipal podiam votar. Os critérios para a escolha foram a localização central da unidade, o que facilitaria a locomoção de todos.

A reunião será realizada na sede da Seduc.

 

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.