Os Operadores Sociais foram até o gabinete da Secretaria de Gestão no dia 15/10 cobrar mais uma vez a Gratificação por Complexidade. O benefício seria destinado aos servidores que atuam nas unidades que funcionam sob o regime de 24 horas (Abrigos, Casas de Acolhimento e Equipes de Rua).

Desde janeiro desse ano os trabalhadores fazem essa luta. Tanto a Secretária de Assistência Social quanto o Secretário de Gestão já se posicionaram favoravelmente ao pleito. Porém, um diz que precisa consultar o outro e, no meio desse ping pong, o processo não anda (veja aqui). Para complicar ainda mais, a Secretária disse que criaria critérios para estender o benefício para os demais servidores que trabalham nas mesmas unidades fora do regime de 24h. Isso foi em maio e até agora NADA foi feito!

Por isso, dessa vez os Operadores Sociais pediram por uma reunião conjunta dos dois secretários para tentar resolver todas as pendências e acelerar os trâmites necessários. Se ambos são favoráveis ao pedido, não há nada que impeça a justa recompensa e reconhecimento aos profissionais que se dedicam a uma escala de trabalho prejudicial à saúde física e mental.

TODOS PELA GRATIFICAÇÃO DE COMPLEXIDADE!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.