As escolas municipais de Santos sofrem há muitos anos com diversos problemas de infraestrutura e falta de manutenção, grande parte deles ocorre pelo total descaso dos governos em atender uma antiga reivindicação das comunidades escolares: As equipes fixas de manutenção.

Tais equipes cuidariam da manutenção de um determinado número de Unidades Municipais de Educação, estabeleceriam vínculos e prestariam serviços de qualidade por conhecerem detalhadamente os problemas, o espaço e a comunidade.

Temos absoluta certeza que os trabalhadores da Prefeitura dariam conta deste serviço caso a Secretaria de Serviços Públicos (SESERP) estivesse com servidores em quantidade necessária e equipamentos próprios de locomoção e execução dos serviços.

Infelizmente a recente medida tomada pelo governo de Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) é a clássica saída tucana do entreguismo e da terceirização, ou seja, abriu um processo (veja aqui, página 11) para entregar grande parte do serviço que deveria ser executado por servidores de carreira para empresas privadas, algumas delas inclusive que já prestaram péssimos serviços para a administrações anteriores.

Sendo assim, o SINDSERV exige a revogação das medidas tomadas e a imediata ampliação do quadro de funcionários e equipamentos da SESERP para que a antiga reivindicação, que é também a mais adequada, seja finalmente atendida.

NENHUM DIREITO A MENOS, AVANÇAR NAS CONQUISTAS!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.