Servidores de Santos foram ontem, 28/11, à Prefeitura manifestar seu repúdio a dois Projetos de Lei de autoria do prefeito, enviados para a câmara dos vereadores, que terceirizam e privatizam diversos setores da prefeitura e dos serviços públicos e exigiram dele a imediata retirada dos projetos.
Na tentativa de desmobilizar o ato, o prefeito mandou seu fiel escudeiro, Fábio Ferraz, para enrolar os servidores com sua conversa mole de ‘vamos aprovar tudo e depois abrimos uma agenda ampla de discussões blá blá blá…’. Durante sua tentativa de enrolação, Ferraz perguntou aos servidores: porque não haviam marcado horário? E em resposta ouviu: vocês mandam dois projetos para a câmara que acabam com o serviço público sem nos consultar e agora vem solicitar que marquemos horário! Em seguida, Ferraz perdeu as estribeiras quando servidores deram exemplos de licitações fraudulentas em que o envolvimento de Paulo Alexandre, a época Secretário Adjunto de Educação do Estado de São Paulo, estaria sendo investigado. (veja aqui).
Mas os funcionários públicos não são bobos, e não caíram neste tipo de armadilha, continuaram exigindo a presença do prefeito, autor dos Projetos de Lei, o que só ocorreu depois de mais de 4h de espera.
Uma comissão entrou no gabinete e ouviu do prefeito a resposta negativa, ele disse que não abrirá mão dos projetos de lei por que foram promessas de campanha e que não desonraria seus compromissos.
Resta-nos perguntar: Compromisso com quem?!?! Com as empresas que bancaram sua campanha?!?! Só pode ser, porque esse ‘compromissonão foi firmado com a população (veja aqui todas as suas propagandas eleitorais) e muito menos com os servidores. (veja aqui).
           
JORNADA DE LUTAS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO
Diante da negativa do prefeito, agora é arregaçar as mangas e nos organizarmos para barrar as PPPs (Parcerias Público-Privado) e as OSs (Organizações Sociais). O Sindserv divulgará para toda a população santista o que a Prefeitura quer fazer com o dinheiro público, pago com tanto suor pelos munícipes através de pesados impostos.
Organizaremos uma panfletagem neste sábado, 30/11, a partir das 14h30, na Praça da Independência (Gonzaga), um ato na câmara dos vereadores, na próxima segunda-feira, dia 02/12, às 18h e promoveremos um debate no dia 04/12, às 19h30,  com a presença do Deputado Estadual Carlos Giannazi, que há tempos enfrenta as privatizações através das Parcerias Público Privadas e das Organizações Sociais criadas pelos governos TUCANOS (como Paulo Alexandre) que comandam e “leiloam” o estado de São Paulo há décadas.
Afirmando as atividades, locais e datas:
–   30/11 (sábado) – Panfletagem a partir das 14h30, na Praça da Independência (Gonzaga)
–   02/12, às 18h  – Ato na câmara dos vereadores

–   04/12 às 19:30h – Debate com a presença do Deputado Estadual Carlos Giannazi, no Sindaport à Rua Júlio Conceição, nº 91.
 
 
DEBATE: CORRUPÇÃO, LUCRO FÁCIL E MASCARAMENTO DAS PRIVATIZAÇÕES: A FUNÇÃO DAS PPPs E DAS OSs.
LOCAL: SINDAPORT, Rua Júlio Conceição, 91
DATA: 04/12 (quarta-feira), às 19h30
 
 
TODOS CONTRA A PRIVATIZAÇÃO, NENHUM DIREITO A MENOS!
 
 
 
 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.