A Seduc publicou uma portaria que estabelece critérios para remoções de funcionários de escolas. Pelo texto, todos os cargos das unidades passam a ser considerados vagos e os servidores com mais tempo têm prioridade de escolha. A situação pode criar um caos na rede e mais insatisfação do que benefícios.

Para mudar as regras a Seduc justificou que estava apenas atendendo uma reivindicação do sindicato. O Sindserv deixa claro que a portaria de remoção não foi em nenhum momento discutida com os diretores e que é de inteira responsabilidade da Secretaria.

Ao que parece, esta é uma tentativa de consertar um erro cometido em 2006. Na época a Seduc deveria ter tomado providências para garantir que os servidores mais antigos fossem beneficiados na escolha das vagas que foram atribuídas aos aprovados no último concurso.

O Sindserv está solicitando a revogação imediata da portaria. Também pedimos que seja feito um levantamento das vagas existentes a serem disponibilizadas antes da nomeação de novos concursados, apenas para os servidores que queiram se remover, respeitando-se o critério da antiguidade.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.