imagem2516

Quase no final da reunião dos trabalhadores do PS da Zona Leste com o governo no dia 25/08, o Secretário Adjunto de Saúde, Dênis Vallejo, repassou uma mensagem enviada pelo prefeito de que o mesmo garantiria que, após a nova unidade ser erguida, não iria entregar a gestão para uma Organização Social (OS).

Somente após esse recado, o Secretário Marcos Calvo, que durante a reunião toda afirmava que não poderia garantir nada, também deu sua palavra, garantindo que não terá OS na futura UPA da Zona Leste.

Independente do recado de última hora, os trabalhadores continuam mobilizados e exigem uma reunião com o prefeito para que o compromisso seja oficializado pessoalmente e por escrito. Eles estão há semanas tentando obter respostas concretas sobre o futuro profissional depois que o atual prédio do PS-ZL for substituído por outro reservado para a UPA.

Com isso, uma nova reunião deverá ser marcada, desta vez com a presença do chefe do Executivo.

NENHUM DIREITO A MENOS

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.