A diretoria do Sindserv esteve reunida nesta quarta-feira, dia 23, com prefeito João Paulo Tavares Papa e o secretário de Administração, Edgard Mendes Baptista Jr.

O prefeito chamou os representantes da categoria para conversar, mas não acenou com nenhuma melhora na contraproposta já apresentada, de reajustar os salários em 6%, aumentar em 10% o valor da cesta básica e o auxílio-alimentação, criar mais uma faixa salarial para funcionários com nível universitário e passar os trabalhadores do Nivel-A para o Nivel-B.

O Sindserv se manteve firme na exigência dos 28% para todos os trabalhadores, porque entende que essa é a maneira mais correta de fazer justiça à categoria como um todo. Uma categoria que ainda  sofre com os reflexos da defasagem no poder de compra gerados pelos vários anos sem  aumento e que merece aumento real ano após ano.

Ficou para a próxima terça-feira uma nova rodada de negociações com o Governo. 

É bom lembrar que os 6% que Papa oferece não repõem sequer a  inflação. No ano passado, após 27 paralisações nos locais de trabalho, a categoria conquistou um índice que correpondia a dois pontos percentuais acima da inflação da época. Ou seja, com mobilização e muita união conseguimos aumento real.

Esse ano não pode ser diferente!

Fique alerta para as futuras assembleias e atos que virão!

Só a luta muda a vida!   

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.