Charge do Bruno Galvão: Aposentados olham irritados para Paulo Alexandre e diretor de OS nadando em dinheiro

Para a Prefeitura, os servidores que trabalharam a vida toda a serviço da população santista não merecem tanta consideração assim. O governo, que gasta milhões com Organizações Sociais (OSs) e empreiteiras amigas, irá pagar uma porcentagem menor para aposentados na primeira parcela do décimo terceiro que será realizada amanhã (30/06).

Tradicionalmente, essa primeira parcela no meio do ano é de 50% para os servidores da ativa e aposentados. Esse ano, apenas 40% para os ativos e 30% para os inativos. Em novembro, segundo o governo, ativos recebem mais 10% e inativos mais 20%.

O governo não tem os 5.655 aposentados como prioridade e nem os 10,6 mil servidores da ativa. Sua prioridade é entregar mais e mais dinheiro dos cofres públicos para a iniciativa privada. As OSs já drenam os recursos da saúde pública através da UPA Central e do Hospital dos Estivadores. Mas não para por ai, o secretário de Saúde já anunciou que entregará as unidades novinhas da UPA da Zona Noroeste e da Zona Leste e o governo já está escolhendo OSs para cuidar da educação infantil (veja aqui, página 11).

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.