As professoras de Educação Infantil de Santos fizeram um protesto na tarde de ontem (11/11), em frente à sede da Seduc, para dizer em alto e bom som que querem ser ouvidas quando o assunto são as mudanças no setor.

A Seduc publicou as portarias 35 e 36 no D.O. que trazem mudanças no ensino de 0 a 6 anos já a partir do ano-letivo de 2011 e podem comprometer sériamente a qualidade da educação nas Emeis.

Para resistir às mudanças, foi formado em assembleia um grupo de trabalho, que elaborou um documento encaminhado à Seduc detalhando as reivindicações da categoria. Porém, após duas tentativas frustradas de agendar uma reunião com a secretária Suely Maia, via ofício, as educadoras resolveram optar pelo caminho da pressão política.

O grupo de trabalho então decidiu organizar a mobilização junto com o SINDSERV, como forma de pressionar a Seduc a pelo menos ouvir o que as profissionais têm a dizer.

Após o ato, foi marcado para o próximo dia 29, às 18 horas, uma reunião entre representantes das professoras, o Sindicato e a secretária Suely Maia.

O que queremos discutir:
1) Definir diretrizes para o processo de atribuição de aulas;

2) Redução do número de alunos por salas de aulas e revisão da proporcionalidade aluno/professor (portarias nºs 35 e 36 – SEDUC);

3) Reformas. Elaboração de um Censo escolar para levantamento da necessidade real de construções de UMES, de acordo com as orientações do MEC;

4) Criação dos Cargos. Promoção. Fixação de Sede. Concurso Público para Professores e Funcionários de Creches e Escolas;

5) Situação dos professores volantes;

6) Garantir o cumprimento dos HTIS nas creches;

7) Garantir o cumprimento dos 15 minutos de intervalo nas creches.


 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.