Professores da rede municipal de Santos fazem manifestação em frente à sede da Seduc, na próxima segunda-feira, dia 21, às 17 horas.
 
Centenas de educadores efetivos e substitutos que foram contratados via concurso público pela Prefeitura no último ano estão indignados com o descumprimento da promessa da Seduc, de que os pagamentos de janeiro e fevereiro seriam baseados na média salarial durante o período trabalhado.
  
Em dezembro, a chefia da seção de Recursos Humanos da Seduc havia se comprometido a pagar o mês de janeiro (no dia 25/01) de forma proporcional ao periodo trabalhado, assim como ocorreu em janeiro do ano passado com as professoras que ingressaram em 2006.  Agora a Seduc voltou atrás e diz que apenas serão pagos para estas educadoras (que durante as férias escolares estão atuando em creches-pólo), 25 horas/aula, o que corresponde a R$ 180,00.
Na última quarta-feira, dia 16, o Sindicato dos Servidores de Santos (Sindserv) questionou o Departamento de RH sobre a situação e a resposta obtida foi que esse critério de pagamento se repetirá, inclusive, em fevereiro (levando-se em conta os dias anteriores à atribuição de aulas) .
 
Em virtude disso, a manifestação foi marcada. O objetivo é pressionar a prefeitura a pagar o que deve às funcionárias.
 
O ato será na segunda, dia 21, às 17h, em frente a sede da Seduc, na Rua Frei Gaspar, 25, Centro.
 
Mais informações:
Flávio Saraiva – 9702-5248
Wagner Gatto – 9771-8696

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.