A Praça da Independência, tradicional palco de comemorações do Santos Futebol Clube se transformou ontem (29/06) num palco de protestos de educadores, funcionários e pais de alunos da rede municipal de ensino.

Para dizer um basta ao estado decadente da educação de Santos, os manifestantes lotaram a Praça vestidos de preto, com narizes de palhaço e empunhando cartazes e faixas.

Um verdadeiro apitaço foi feito para pedir valorização dos profissionais e respeito às comunidades escolares.

No entorno da praça foram fixados painéis que denunciavam aos motoristas e pedestres os baixos salários da categoria, a deterioração física das escolas e a intransigência da administração Papa.

Os manifestantes fizeram ainda um pedágio na Praça Independência e outro na Rua Floriano Peixoto, exibindo faixas e entregando a Carta Aberta à População que explica as razões do MOvimento Santos Merece Outra Educação. As faixas do entorno da Praça foram ocupadas pelos trabalhadores que sairam em passeata.

A expressiva participação dos educadores e dos funcionários nesta atividade demonstrou a força que o conjunto desses trabalhadores tem.

Tanto é assim que na próxima segunda-feira, dia 4, o prefeito Papa marcou uma reunião para ouvir o que temos a dizer. Uma comissão de educadores e funcionários foi eleita para, junto com o SINDSERV, participar do encontro.

Pedimos a toda a categoria da educação que se mantenha mobilizada e pronta para novas manifestaçõee. Mais uma vez ficou provAdo que só há avanços para os trabalhadores quando há luta.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.