Os professores adjuntos que durante o ano trabalharam no Projeto "Auxiliar de Classe" estão organizados para não deixar passar o CALOTE que a Prefeitura está tentando dar no décimo terceiro. Em reunião realizada no SINDSERV, os professores resolveram ir no dia 13/12 (sexta-feira), às 17h, ao gabinete do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (primeiro andar no Paço Municipal, Praça Mauá).

O trabalhadores querem mostrar diretamente ao prefeito que nenhuma Lei foi alterada no que se refere ao pagamento da parte do 13º relacionado à esse projeto. Isso contraria a administração municipal que vem alegando que a mesma está desobrigada de fazer o pagamento por conta do PCCV do Magistério, publicado no dia 31 de março de 2012.

O sindicato já demonstrou que esse argumento é conversa pra boi dormir (leia aqui), mas parece que o prefeito precisa que uma aulinha mais didática para entender. E didática de aula é o que não vai faltar: Professores de matemática prometem comprovar por "A" mais "B", os de História contarão como foi todo o processo, enquanto que os de Português irão ler o PCCV pra tirar qualquer dúvida de interpretação de texto. Se ainda for preciso, os professores de Educação Artística prometem desenhar pro prefeito entender.

PROFESSORES UNIDOS CONTRA O CALOTE NO 13º!
13/12 (SEXTA), 17H, PAÇO MUNICIPAL!
NENHUM DIREITO A MENOS!
AVANÇAR RUMO À NOVAS CONQUISTAS!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.