Pisa ligeiro

Todos os professores, funcionários e equipes técnicas têm compromisso agendado para o dia 10/05 (quarta-feira), a partir das 17h30, na SEDUC (Praça dos Andradas, 25-34 – Centro). Iremos cobrar uma posição oficial do governo referente à reorganização do Calendário Escolar.

Paulo Alexandre não quis negociar o reajuste salarial dos servidores (provocando a MAIOR GREVE já realizada na cidade), sentou apenas uma vez para apresentar uma proposta muito abaixo do mínimo aceitável pelos trabalhadores e não quis negociar nem mesmo a compensação dos dias parados (podendo assim se vingar dos servidores que ousaram não abaixar a cabeça para ele, descontando os dias de greve).

Ou seja, não pensou em nenhum momento nos servidores e na população que usa os serviços públicos, nem antes, nem durante e nem mesmo depois da greve. Agora percebendo que todas as escolas precisam completar os 200 dias letivos, está se eximindo e quer passar toda a responsabilidade para a supervisão e as direções das UMEs decidirem como serão realizadas os dias letivos não concluídos durante a greve.

O governo precisa se posicionar oficialmente como será feita essa “reposição”, mesmo que seja para delegar que cada comunidade escolar decida sobre o assunto, mas essa decisão tem que vir de forma oficial. E nesse comunicado tem que estar nítido que, caso haja aula aos sábados, serão pagas as horas excedentes dos professores e as horas extras para os funcionários e equipes técnicas.

Os trabalhadores, por não acreditarem mais nesse governo, não estão dispostos a trabalhar aos sábados sem a garantia oficial de que serão devidamente recompensados. Vale lembrar que os dias parados da greve já foram descontados, foi o governo que disse “NÃO” à compensação, portanto, não há como exigir que os servidores trabalhem aos sábados de graça.

Sem nada oficial, não deve haver reposição!
Quem não pode com formiga, não atiça o formigueiro!
TODOS AO ATO 10/05 (quarta-feira), a partir das 17h30,
na SEDUC (Praça dos Andradas, 25-34 – Centro)!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.