O Secretário Municipal de Saúde Marcos Estevão Calvo publicou no Diário Oficial (03/10, página 27) uma Ordem de Serviço contendo uma escala de plantões. Essa medida vale de outubro desse ano (isso mesmo, já está valendo!) até julho de 2014.

Um fato curioso e um problema contidos nessa publicação. O fato curioso é que dois diretores do outro sindicato assinam, juntamente com o secretário de saúde, a tal Ordem de Serviço.

Só para entender: esses diretores do outro sindicato foram nomeados assessores do Secretário e, em função disto, estão assinando atos administrativos e os publicando no DO.??? O problema: no calculo da escala 12×36/180hs., ao final de um ano de escala, a PMS deixa de pagar 5 horas de trabalho e o trabalhador fica com o prejuízo.  

Além de todos os problemas que temos com a Administração Municipal (falta de pagamento do PCCV, falta de condições de trabalho, nomeação de sindicalista para cargo de confiança, contratações absurdas, etc.), ainda temos que abrir o DO e dar de cara com essas pérolas de gestão pública e de “sindicalismo”! É brincadeira?

Por essas e outras que queremos um sindicato ÚNICO, onde a categoria decida em quem confiar! Decida o que os diretores do sindicato assinam e o que não assinam!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.