Contrariando todas as recomendações médicas sobre a necessidade de higiene permanente por causa da pandemia de gripe suína, a Seduc enviou às mães de crianças de até 3 anos matriculadas nas creches municicipais um comunicado sobre a suspensão do banho nas unidades.

A alegação é que a medida é uma maneira de diminuir as chances de transmissão da gripe H1N1 nas unidades. Na verdade, o que esta decisão fantasiada de "prevenção" esconde é a falta de professores da rede municipal. A Seduc, em vez de nomear professores aprovados em concurso, suspende o banho das crianças e se coloca na contramão do que orienta a Organizão Mundial da Saúde e Ministério da Saúde.

Para tomar essa decisão a Seduc sequer consultou a secretaria municipal de Saúde. O Sindserv já oficiou a secretaria para que revogue a ordem dada às creches e para que nomeie os professores concursados para reforçar o atendimento, garantir as medidas de higiene e a qualidade da educação nas unidades.

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.