A categoria dos servidores, em assembléia conjunta entre SINDSERV e o SINDEST, definiu a pauta de reivindicações da Capanha Salarial de 2010. Os trabalhadores querem brigar por um reajuste de 28%, mesmo percentual que o prefeito João Paulo Tavares Papa concedeu para si próprio e para seus secretários no ano passado.

Foram aprovados também os seguintes itens:

– Cesta básica de R$ 196,00 para todos os níveis da ativa e aposentados.

– Vale refeição de R$ 330,00 para todos os níveis da ativa e aposentados.

– Pagamento do PAV.

– Fim da Lei 650, frentes de trabalho e dos pagamentos de cachê.

– Concurso público.

– Fora Mota e E&E, com eleições diretas na Capep Saúde.

A pauta de reivindicações será entregue ao prefeito Papa, em seu gabinete, às 17 horas desta sexta-feira (22/01), Os SINDSERV e a junta administrativa do SINDEST convocam os servidores a entregarem o documento junto com os sindicalistas para reforçar esse início de campanha salarial e  mostrar a disposição da categoria em exigir que pelo menos parte das perdas salarias que ultrapassam 90% seja compensada.

O orçamento de 2010 foi previsto em R$ 1,3 bilhão pelo Executivo. O valor é 17% superior ao orçamento de 2009. Isso só comprova que há dinheiro  para recuperar uma dívida histórica com os trabalhadores municipais de Santos. Este ano também vai sobrar disposição para conquistar o que merecemos, pois pela primeira vez na história desta categoria realizaremos uma campanha salarial unificada,

Com união e participação somos fortes!

 

 

 

 

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.