O processo de atribuição de aulas transcorre sem problemas na rede municipal de ensino. O clima de tranquilidade, bem diferente dos anos anteriores, tem razão de ser.

Este ano o processo está sendo mais transparente graças às mobilizações dos professores de educação infantil que fizeram atos junto com o sindicato e se reuniram com a Seduc para apresentar reivindicações.

Pela primeira vez  foi permitido o acompanhamento total do Sindserv nas salas de atribuição. Também por exigência dos professores e do sindicato, as salas disponíveis para o próximo ano letivo foram publicadas com antecedência no site da Prefeitura. Além disso, uma conquista importante foi a possibilidade dos professores de 180 horas e 150 horas escolherem salas de contra-turno junto com os demais professores.

Outro avanço que não tem a ver com a atribuição de aulas, mas que foi fruto da mobilização da Ed. Infantil, foi a instalação de uma mesa de negociações com a Seduc para discussão e encaminhamento da revisão da proporcionalidade professor/aluno, realização de concurso público e questões ligadas à infraestrutura e adequação física das unidades.

Problemas
As poucas ocorrências registradas durante a atribuição de aulas foram relativas à oferta de salas em bloco para  PEB II. O Sindserv alerta que, tal como fizeram os professores de Ed. Infantil, é importante que os demais educadores se organizem e se mobilizem para exigir progressos nas futuras atribuições.
Até segunda-feira a diretoria do Sindserv continuará acompanhando a atribuição e dando suporte para os professores que tiverem questionamentos e reclamações.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.