O SINSERV denunciou recentemente os gastos astronômicos da Seduc com a compra recente de livros didáticos no valor de R 7,6 milhões. Há indícios de superfaturamento, já que cada livro de 40 páginas custa R$ 79,83, o que corresponde a um custo de R$ 2,00 por página.

Além de caríssimos, os livros da Editora Aymará são inúteis, pois só chegarão em agosto, a praticamente 4 meses do fim do ano letivo. São dispensáveis também porque as escolas e os alunos já contam com os livros didáticos enviados pelo MEC.

Diante de tudo isso, o Sindserv protocolou uma representação no Ministério Público para apurar o caso.

VEJA NO SEGUNDO LINK A REPRESENTAÇÃO

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.