O Sindicato dos Servidores de Santos (Sindserv) realizou ontem à tarde, na Praça Mauá, um ato público para marcar o lançamento da Campanha intitulada Eu Defendo a Capep-Saúde.

  Segundo diretoria do sindicato, o ato teve o objetivo de conscientizar os servidores, seus dependentes e a sociedade para a necessidade de resistir às propostas apresentadas pela superintendência da Capep, autarquia responsável pela prestação de assistência médica aos funcionários e suas famílias.

  Atualmente, por ter caráter solidário e social, a arrecadação da entidade é constituída pela contribuição apenas dos titulares, ou seja dos funcionários concursados.

  Para conter o déficit da entidade, hoje estimado em cerca de R$ 400 mil mensais, a Prefeitura e a Superintendência da Capep-Saúde querem implantar a taxação dos dependentes dos usuários. Além disso, propõem a criação de um plano alternativo, mais caro e com maior cobertura apenas para os que puderem pagar mais.

  A mobilizaçção contou com faixas e distribuição de cartilhas explicativas. Os sindicalistas também coletaram adesões para um abaixo-assinado que será encaminhado ao prefeito João Paulo Papa.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.