Assembleia dos Trabalhadores da Educação. 18/08/2022 (quinta-feira), 19h no Sindaport (Rua Júlio Conceição, 91 - Vila Matias - Santos/SP). Pautas: - Remoção e fixação de sede; - Condições de trabalho; - Recesso para funcionários de escolas; - Falta de servidores nas escolas.

18/08/2022 (quinta-feira), 19h no Sindaport (Rua Júlio Conceição, 91 – Vila Matias – Santos/SP)

Pautas:
– Remoção e fixação de sede;
– Condições de trabalho;
– Recesso para funcionários de escolas;
– Falta de servidores nas escolas.

Atenção professores que atuam na Educação Infantil: reunião com a Seduc dia 27/07 (quarta-feira) às 15h no Centro de Formação Darcy Ribeiro (R. São Paulo, 40 A - Vila Matias). Pauta: - Alocação do professor integrado com carga de 200h/a na Educação Infantil; - Retomada do horário de 2021 na Educação Infantil; - Promoção e fixação de sede para as vagas do segundo professor - Berçários I e II e Maternal I; - Prorrogação do Concurso de Promoção de PAD I e II a PEB; - Nomeação para todos os cargos vagos de ingresso no magistério público municipal - após homologação do último concurso para PAD I e II; - Cumprimento de HTIs e do intervalo de 15 minutos; - Correção do horário/período.

A assembleia dos professores que atuam na Educação Infantil realizada no dia 8/06, decidiu pedir reunião com a Secretaria de Educação e a mesma foi agendada para o dia 27/07 (quarta-feira) às 15h no Centro de Formação Darcy Ribeiro (R. São Paulo, 40 A – Vila Matias).

A reunião visa discutir diversos pontos que estão prejudicando os trabalhadores e a qualidade do ensino, são eles:

  • Alocação do professor integrado com carga de 200h/a na Educação Infantil;
  • Retomada do horário de 2021 na Educação Infantil;
  • Promoção e fixação de sede para as vagas do segundo professor – Berçários I e II e Maternal I;
  • Prorrogação do Concurso de Promoção de PAD I e II a PEB;
  • Nomeação para todos os cargos vagos de ingresso no magistério público municipal – após homologação do último concurso para PAD I e II;
  • Cumprimento de HTIs e do intervalo de 15 minutos;
  • Correção do horário/período.

Se organize para participar, pois sem a presença dos trabalhadores não há como conseguir reverter nenhum desses pontos. E, se deixarmos, o governo vai continuar criando as dificuldades para depois apresentar a solução mágica da terceirização.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!