URGENTE: Projeto de Lei já está na Câmara! ATO CONTRA O REAJUSTE SALARIAL DE ZERO% 20/10/2022 (QUINTA), 15h30, na CÂMARA dos Vereadores (Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 1 - Vila Nova) SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!

URGENTE: Projeto de Lei já está na Câmara!

20/10/2022 (QUINTA), 15h30, na CÂMARA dos Vereadores (Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 1 – Vila Nova)

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!

URGENTE! ATENÇÃO Servidores Aposentados e Ativos Sabe a continuação da Campanha Salarial em setembro? A administração pode gastar até 54% da arrecadação com os servidores. Hoje gasta só 41,05%. Sobra dinheiro. E o que o governo quer fazer? Conversa ridícula de Abono que não é reajuste salarial, pois não é para todos, e aumento novamente insuficiente na Cesta Básica e Auxílio Alimentação frente a inflação. Aposentados destratados, pois estão fora desse tal Abono atividade e Auxílio-Alimentação, e nem todos recebem a Cesta Básica. Ficou descontente com a situação? Então participe: Manifestação da categoria dia 18/10/2022 (terça-feira) das 10h às 14h em frente à Prefeitura (Praça Mauá, Centro).

Sabe a continuação da Campanha Salarial em setembro? A administração pode gastar até 54% da arrecadação com os servidores. Hoje gasta só 41,05%. Sobra dinheiro.

E o que o governo quer fazer? Conversa ridícula de Abono que não é reajuste salarial, pois não é para todos, e aumento novamente insuficiente na Cesta Básica e Auxílio Alimentação frente a inflação.

Aposentados destratados, pois estão fora desse tal Abono atividade e Auxílio-Alimentação, e nem todos recebem a Cesta Básica.

Ficou descontente com a situação? Então participe: Manifestação da categoria dia 18/10/2022 (terça-feira) das 10h às 14h em frente à Prefeitura (Praça Mauá, Centro).

Charge adaptada do Laerte. 1ª quadro) "Oferece 7%", imagem da vista de uma luneta apenas com uma água do mar. 2ª quadro) "Melhor 9%", imagem da vista de uma luneta com uma mão saindo d'água. 3ª quadro) "9% sem ser em tudo", imagem da vista de uma luneta com duas mãos saindo d'água. 4ª quadro) "Ops, aumanta pra 10,06%", imagem da vista de uma luneta com uma mão saindo d'água. 6ª quadro) "Caíram", imagem da vista de uma luneta apenas com uma água do mar. 7ª quadro) "Joga pra setembro", vemos que quem estava falando em todos os quadros era um homem (que estava olhando pela luneta). Seu assistente está anotando tudo.

O Projeto de Lei Complementar sobre o nosso reajuste foi aprovado na tarde de anteontem (15/03) pelos vereadores por unanimidade.

Reajuste pra lá de INSUFICIENTE, pois não cobre nem mesmo a inflação desde o último reajuste (19,10% de março/2019 até fevereiro/2022). Na prática, saímos dessa campanha salarial com REBAIXAMENTO SALARIAL de 9,04% (IPCA).

Não há nenhum motivo para se comemorar, como fez o sindicato-amigo-do-patrão. Perdemos 9,04% dos nossos salários, fomos derrotados por nossa própria imobilização.

Na volta a gente compra

A promessa do governo de continuar as negociações e ver a possibilidade de um novo reajuste em setembro também foi aprovada por unanimidade entre os vereadores.

Continuaremos com as tais negociações e na luta, mas é preciso dizer: É MENTIRA que não era possível reajustar agora os salários dos servidores pelo menos com a inflação. Eles também diziam que não dava para avançar mais quando ofereceram 7% e depois 9%.

Não acompanhar nem mesmo a inflação é um PROJETO POLÍTICO para privilegiar o pagamento das EMPRESAS PRIVADAS. Se em setembro sobrar algum dinheiro arrecadado do suor da população, o governo irá MAIS UMA VEZ querer priorizar a terceirização (como está fazendo agora).

Só o que pode mudar as prioridades do governo é a MOBILIZAÇÃO dos trabalhadores. É um cabo de força. Quanto mais pressionamos, mais conseguimos. Quanto mais afrouxamos, mais dinheiro vai para as OSs (Organizações Sociais).

Parabéns aos que participaram ativamente! Aos que preferiram ficar assistindo: reflita e se incorpore na luta que continuaremos até setembro.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!

Servidores questionam Secretário de Gestão

O Projeto de Lei Complementar sobre o nosso reajuste teve a primeira votação dos vereadores na tarde de ontem (10/03) e foi aprovado por unanimidade. A segunda votação ocorrerá na próxima terça-feira (15/03) às 16h.

Continua sendo muito importante a participação ativa e presencial de todos os servidores que puderem. É preciso mais uma vez mostrar para a população que os servidores não estão satisfeitos com essa proposta que irá REBAIXAR os salários em 10%, já que a inflação desde o último reajuste (fevereiro/2019) vai fechar em 20% (IPCA).

Os vereadores de oposição (Telma e Chicão do PT e Débora do PSOL) apresentaram Emenda para que, mesmo com esse reajuste aprovado, as negociações continuem e que em setembro se reveja a possibilidade de novo reajuste.

Precisamos continuar mostrando nossa indignação a esse REBAIXAMENTO SALARIAL na segunda votação. O horário da sessão realmente é péssimo, essa é uma manobra PROPOSITAL dos vereadores para impossibilitar a presença da maioria dos trabalhadores. Porém, todos que puderem, COMPAREÇAM!

Antes da votação, os servidores fizeram um ato na Praça Mauá para dialogar com a população. Os trabalhadores também foram ao Paço Municipal reivindicar do governo a retirada do Projeto. Foram recebidos pelo Secretário de Gestão que foi duramente questionado pela política do governo de desvalorização dos servidores e ampliação das terceirizações.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!
TODOS À CÂMARA TERÇA-FEIRA (15/03) 16h!

Servidores reunidos na Praça Mauá

 

Foi pautado para primeira votação na sessão de hoje (10/03), às 16h, o Projeto de Lei Complementar sobre o nosso reajuste. Nosso ato na Praça Mauá a partir das 12h está mantido, mas as 16h estaremos todos na Câmara.

O REBAIXAMENTO SALARIAL proposto pelo governo é de quase 10%, pois a inflação desde o último reajuste (fevereiro/2019) vai fechar em 20% (IPCA). A arrecadação e a previsão orçamentária para 2022 provam que há muito espaço para que os servidores tenham um reajuste digno que recupere o poder de compra.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!
TODOS À PRAÇA MAUÁ HOJE (10/03) A PARTIR DAS 12h!
TODOS À CÂMARA 16h!

CONTRA O REBAIXAMENTO SALARIAL: MOBILIZAÇÃO na praça Mauá 10/03 quinta-feira a partir das 12h

O Projeto de Lei Complementar sobre o nosso reajuste não foi pautado para a sessão desta terça-feira. Por isso, faremos um ato na porta do prefeito, autor do Projeto. Todos à Praça Mauá na quinta-feira (10/03) durante o período da tarde com início as 12h.

Se você estiver em horário de almoço ou de férias, PARTICIPE! Aposentados também precisam comparecer, pois também serão muito afetados pelo REBAIXAMENTO SALARIAL encaminhado pelo governo.

Precisamos nos mobilizar! O REBAIXAMENTO SALARIAL proposto pelo governo é de quase 10%, pois a inflação desde o último reajuste (fevereiro/2019) vai fechar em 20% (IPCA).

A arrecadação e a previsão orçamentária para 2022 provam que há muito espaço para que os servidores tenham um reajuste digno que recupere o poder de compra.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!
TODOS À PRAÇA MAUÁ QUINTA-FEIRA (10/03)
A PARTIR DAS 12h

Servidores reunidos após ato na Câmara

O Projeto de Lei Complementar sobre o nosso reajuste já foi apresentado e lido na sessão de ontem (03/03) da Câmara dos Vereadores. Agora o mesmo foi para análise da Procuradoria (veja o andamento do Projeto aqui).

Pela pressa que o governo demonstrou em encerrar as negociações autoritariamente, é muito provável que os vereadores-capachos acelerem o andamento do processo e nosso reajuste já seja votado na sessão do dia 8 (terça-feira), 16h.

Mesmo que isso não ocorra, se prepare pois precisaremos nos mobilizar de um jeito ou de outro no começo da semana que vem, seja na Câmara ou no Paço Municipal. Já alerte os colegas para que todos fiquem ligados ao chamado do sindicato.

A sua presença é muito importante! Se o Projeto for aprovado, teremos um REBAIXAMENTO SALARIAL de quase 10%, segundo o IPCA (já a inflação dos itens básicos, como alimentação, é bem maior).

A reivindicação da categoria para os vereadores é que o Projeto seja devolvido ao prefeito. Isso porque, os números provam que há muito espaço para que os servidores tenham um reajuste digno que recupere o poder de compra.

SÓ A LUTA MUDA A VIDA!
TODOS ATENTOS AOS CHAMADOS DO SINDICATO!

GOVERNO ENCERRA MESA DE NEGOCIAÇÕES E AVISA QUE VAI MANDAR PROJETO DOS 10,06% PARA VOTAÇÃO

Diante da lamentável postura do Governo na reunião da Comissão de Negociação Sindical (CNS), realizada nesta quinta (24), os servidores de Santos decidiram, em assembleia, fazer um ato público na próxima quinta-feira, dia 3, às 16 horas, em frente à Câmara.

Precisamos colocar o maior número possível de servidores no Legislativo justamente no dia em que o projeto de reajuste considerado insuficiente pela categoria será encaminhado pelo prefeito aos vereadores.

Na assembleia anterior, realizada no último dia 17, a categoria entendeu que os 10,06% propostos pela administração eram insuficientes, e devíamos ampliar essa proposta, pois não cobrem sequer a inflação do último ano. Sabemos que o orçamento tem margem para o Governo melhorar muito mais o índice. O que falta é vontade política e isso ficou claro na reunião da CNS, quando os representantes do prefeito disseram que não recuariam da decisão de enviar o projeto de lei de reajuste para aprovação.

Ora, sabemos que a Câmara é um puxadinho do Executivo e que tudo o que o prefeito manda é aprovado pelos vereadores capachos. Sendo assim, encaminhar a proposta para o Legislativo é, sim, dar fim ao diálogo de forma unilateral e autoritária.

Lembrando que na primeira rodada de negociação os mensageiros de Rogério Santos (PSDB) também disseram que não poderiam, de forma alguma, oferecer mais do que 7%. Insistimos, pressionamos e o que era dito “impossível” acabou não se sustentando. De 7% passamos para 9%, e de 9% passamos para 10,06%.

Se tivermos capacidade de organização e participação neste e nos demais atos, manteremos a força e a vontade para arrancar e recuperar a justa valorização das nossas carreiras que PAB, Bolsonaro e Rogério Santos deixaram e deixam a desejar. O problema não é dinheiro. O problema é decisão politica. Mesmo que fosse dinheiro, bastaria reduzir os gastos com as terceirizações e cortar os cargos comissionados. Isso eles não querem fazer!

No dia 3, vamos chegar junto nos vereadores e fazer valer nossa voz e insatisfação quanto à forma autoritária de encerrar as negociações. Encerrar sim, já que não mantiveram em pauta a negociação para ampliar a proposta, com a “desculpa” técnica de que geraria acumulo de valores e alguns servidores que não pagam Imposto de renda iriam sofrer esse desconto. Não sofrem o desconto porque os valores de ganhos por quase 30% dos servidores ativos e inativos são tão sofríveis que nem caem nas garras nefastas do Leão!

Veja abaixo os ofícios que o Governo encaminhou ao Sindserv sobre o assunto.

 

A presença dos que não estiverem trabalhando à tarde ou a presença dos servidores aposentados, será FUNDAMENTAL para representar os colegas que não têm como abandonar seus postos de trabalho.

Participe! O ato é na quinta-feira (3/03), às 16h, no Castelinho.

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!

 

Na semana passada o governo apresentou nova proposta em nossa Campanha Salarial e a categoria decidiu em assembleia que os 10,06% para os salários, Auxílio Alimentação e Cesta Básica são insuficientes, já que as perdas da inflação ultrapassam 20%.

Na última segunda (21), comunicamos ao secretário de Gestão que os servidores reivindicam manter as negociações e avançar. O secretário publicou no D.O. desta quarta (23) a convocação de uma nova reunião da Comissão de Negociação Sindical (CNS), para quinta (24), 14h.

Diante disso, convocamos TODA A CATEGORIA PARA NOVA ASSEMBLEIA, no mesmo dia (quinta, dia 24, às 19h), para decidirmos juntos os rumos do movimento.

Será às 19h, desta vez no SINDICATO DOS METALÚRGICOS (Av. Ana Costa, 55).

PARTICIPE DA CONSTRUÇÃO COLETIVA DO NOSSO FUTURO PRÓXIMO!

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!