A "nova" proposta enviada pelo governo para os servidores é praticamente a mesma proposta anterior que os servidores já haviam recusado. Por isso, a assembleia dos funcionários públicos realizada na noite de ontem (11/02) decidiu de forma unânime RECUSAR mais uma vez a oferta da Prefeitura.
    
O índice de reajuste salarial permaneceu nos 11%, o que é menos do que a inflação (o INPC de janeiro foi de 11,31%). A pequena diferença está apenas no Auxílio Alimentação (de 11 para 11,5%) e na Cesta Básica (de 11 para 13,64%).
 
A indignação dos servidores com os 0% de aumento salarial (a proposta não cobre nem mesmo a inflação) foi tamanha que os mesmos resolveram se manifestar publicamente em um ato marcado para HOJE (12/02) às 18h na Praça da Independência (Gonzaga).
 
Os trabalhadores lembraram que o Gasto com Pessoal está em 46,89%, muito abaixo do previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal que permite até 54%. Esse cálculo sempre foi usado como desculpa para não reajustar satisfatoriamente os salários dos servidores. Agora que ele está baixo, o governo simplesmente o ignora. O que acontecia é que esse índice estava sendo inflado ILEGALMENTE com a contribuição para a CAPEP. Somente após denúncia do SINDSERV e exigência dos trabalhadores na pauta da Campanha Salarial que a IRREGULARIDADE foi corrigida. Vale lembrar que esse é o segundo ano seguido que o SINDSERV descobre irregularidades para inflar artificialmente o Gasto com Pessoal.
 
Todos ao ato HOJE, 18h, na Pça Independência!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.