Os auxiliares de enfermagem e os motoristas que atuam nas unidades de saúde em regime de plantão rejeitaram, em assembleias realizadas nas últimas terça e quinta-feira, as contrapropostas da Prefeitura sobre a mudança da jornada de trabalho.

A administração propõe pagar adicionais que variam de R$ 30,00 a R$ 90,00 por plantão, conforme o nível salarial, para os funcionários que optarem pela jornada de 12 por 36 horas.

A maioria resolveu pedir mais uma rodada de negociação.

A Prefeitura de Santos pretende enviar à Câmara, até o final do ano, um projeto de lei para mudar o regime de trabalho dos funcionários para 12 por 36 horas sob a alegação de que a padronização das equipes geraria entrosamento entre os profissionais e um melhor atendimento nas unidades.

O Sindserv pressionou a secretaria de Saúde para que a categoria participe desta discussão e com isso abriu-se o canal de negociação.

Veja no link abaixo a íntegra da contraproposta rejeitada.

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.