Montagem com fotos dos trabalhadores da Assistência Social mobilizados com a frase "SÓ A LUTA MUDA A VIDA!"

No Diário Oficial do dia 12/06 foi publicada Portaria onde finalmente os trabalhadores da Assistência Social e apoios foram contemplados com a vacinação.

O que a Portaria não conta foi o engajamento, de diversas formas, dos trabalhadores para terem o seu direito à vacinação. Luta que foi necessária mesmo a Assistência Social sendo considerada como essencial.

Desde o começo do ano os trabalhadores reivindicaram vacina para quem atua dentro do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), incluindo os trabalhadores de empresas terceirizadas, da limpeza etc. Essas reivindicações foram levadas em mãos para a Secretaria de Gestão, Secretaria de Desenvolvimento Social e Conselho Municipal de Assistência Social, onde dialogaram, porém, inicialmente, sem uma resposta positiva dos gestores.

Houve importante articulação entre os trabalhadores e, posteriormente, com o Fortsuas e SINDSERV Santos.

Em suma, vimos mais uma vez que sem a mobilização dos trabalhadores a vacinação iria se postergar cada vez mais. Inclusive, caiu por terra a retórica da Secretaria de Saúde de que teria que seguir o Plano Nacional de Imunização. Ou seja, os profissionais do SUAS tiveram que se movimentar para receber a vacina, pois se dependesse do reconhecimento do governo em relação a trabalho essencial, ficaríamos à míngua.

Parabéns a todos pela união de esforços que fizeram alterar a conduta de indiferença dos gestores!