O vírus influenza A da gripe suína já se espalhou por todas as regiões do mundo, atingindo principalmente a América do Norte. Os Estados Unidos concentram o maior número de casos e de mortes, seguido pelo México –considerado o epicentro da doença.

No dia 11 de junho a OMS (Organização Mundial da Saúde) anunciou que a doença atingiu o nível de pandemia (epidemia generalizada). O termo tem relação apenas com a ampla distribuição geográfica do vírus, e não com a sua periculosidade.

Entenda quais são os sintomas e como a doença é transmitida
O que é o vírus da gripe suína?

A gripe suína é causada por um vírus de uma família de vírus que incluem influenza A, B e C. Esta doença é resultado do vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é diferente do H1N1 totalmente humano que circula nos últimos anos, por conter material genético dos vírus humanos, de aves e suínos, incluindo elementos de vírus suínos da Europa e da Ásia.

Quais são os sintomas?

Os sintomas são muito similares aos de uma gripe comum ou mesmo aos da dengue. O paciente com gripe suína tem febre acima de 39ºC, falta de apetite, dores musculares e tosse. Algumas pessoas com a gripe suína também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea, vômito e diarreia forte.

O período de incubação da gripe –o tempo até que a pessoa desenvolva os sintomas– é de entre 24 e 48 horas, embora não haja confirmação de um padrão para o atual surto.

Como a gripe é transmitida?

Em casos registrados nos últimos anos, a doença foi contraída por pessoas que tiveram contatos com criações de porcos, mas não há registro de que o mesmo tenha acontecido no atual surto. Ela está sendo da mesma forma que a gripe comum: por via aérea, de pessoa para pessoa, por meio de espirros e tosse. Os especialistas apontam que, normalmente, as partículas com vírus viajam por até um metro de distância.

As pessoas podem transmitir o vírus antes mesmo de sentir os sintomas e depois de já terem melhorado. Os vírus da gripe suína podem ser encontrados não apenas nas secreções nasais, mas nas fezes.

Os vírus da gripe também sobrevivem por dias ou até mesmo semanas em superfícies secas. Evidências apontam que as pessoas podem se contaminar ao encostar em superfícies contaminadas –como teclados e maçanetas– e depois tocar nariz, olhos ou boca.

Como se prevenir?

A melhor maneira de se prevenir é evitar as formas mais comuns de contágio –contato com pessoas infectadas ou que apresentem os sintomas e contato com objetos de manuseio por muitas pessoas como maçanetas, teclados e telefones.

O governo mexicano, país onde o surto começou, aconselha que as pessoas evitem apertos de mão e beijos, além do uso de máscaras que cobrem o nariz e a boca ao sair nas ruas.
A União Europeia e Cuba recomendaram ainda que os turistas evitem viajar para os países e áreas infectadas pela gripe suína.

Quais os riscos da gripe suína?

Embora a Organização Mundial de Saúde (OMS) tenha pedido cautela diante do pânico criado pelo surto de gripe suína, os vírus da gripe são frequentemente fatais. A própria OMS estima que variações da gripe matem de 250 mil a 500 mil pessoas em um ano normal, número que aumenta significativamente durante pandemias.

As últimas pandemias –epidemias generalizadas– ocorreram em 1968, 1957 e 1918.
A gripe pode matar também ao causar uma pneumonia ou ao deixar o sistema de defesa do organismo mais vulnerável a infecções bacterianas.

PERGUNTAS E REPOSTAS SOBRE A GRIPE SUÍNA 
 
1.- Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa?
  Até 10 horas.
 
2. – Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos?
  Torna o vírus inativo e o mata.
 
3.- Qual é a forma de contágio mais eficiente deste vírus?
  A via aérea não é a mais efetiva para a transmissão do vírus, o fator mais importante para que se instale o vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos) o vírus não voa e não alcança mais de um metro de distância.
 
4.- É fácil contagiar-se em aviões?
  Não, é um meio pouco propício para ser contagiado.
 
5.-
  Como posso evitar contagiar-me?
  Não passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca. Não estar com gente doente. Lav ar as mãos mais de 10 vezes por dia.
 
6.- Qual é o período de incubação do vírus?
  Em média de 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase imediatamente.
 
7.- Quando se deve começar a tomar o remédio?
  Dentro das 72 horas os prognósticos são muito bons, a melhora é de 100%
 
8.- De que forma o vírus entra no corpo?
  Por contato ao dar a mão ou beijar-se no rosto e pelo nariz, boca e olhos.
 
9.- O vírus é mortal?
  Não, o que ocasiona a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é a pneumonia.
 
10.- Que riscos têm os familiares de pessoas que faleceram?
  Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão.
 
11.- A água de tanques ou caixas de água transmite o vírus?
  Não porque contém químicos e está clorada
 
12.- O que faz o vírus quando provoca a mor te?
  Uma série de reações como deficiência respiratória, a pneumonia severa é o que ocasiona a morte.
 
13.- Quando se inicia o contágio, antes dos sintomas ou até que se apresentem?
  Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas.
 
14.-
  Qual é a probabilidade de recair com a mesma doença?
  De 0%, porque fica-se imune ao vírus suíno.
 
15.- Onde encontra-se o vírus no ambiente?
  Quando uma pessoa portadora espirra ou tosse, o virus pode ficar nas superfícies lisas como maçanetas, dinheiro, papel, documentos, sempre que houver umidade. Já que não será esterilizado o ambiente se recomenda extremar a higiene das mãos.
 
17.- O vírus ataca mais às pessoas asmáticas?
  Sim, são pacientes mais suscetíveis, mas ao tratar-se de um novo germe todos somos igualmente suscetíveis.
 
18.- Qual é a população que está atacando este vírus?
  De 20 a 50 anos de idade.
 
19.- É útil a máscara para cobrir a boca?
  Existem alguns de maior qualidade que outros, mas se você não está doente é pior, porque os vírus pelo seu tamanho o atravessam como se este não existisse e ao usar a máscara, cria-se na zona entre o nariz e a boca um microclima úmido próprio ao desenvolvimento viral: mas se você já está infectado use-o para não infectar aos demais, apesar de que é relativamente eficaz.
 
20.- Posso fazer exercício ao ar livre?
  Sim, o vírus não anda no ar nem tem asas.
 
21.- Serve para algo tomar Vitamina C?
  Não serve para nada para prevenir o contagio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.
 
22.- Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível?
  A salvo não esta ninguém, o que ajuda é a higiene dentro de lar, escritórios, utensílios e não ir a lugares públicos.
 
23.- O vírus se move?
  Não, o vírus não tem nem patas nem asas, a pessoa é quem o coloca dentro do organismo.
 
24.- Os mascotes contagiam o vírus?
  Este vírus não, provavelmente contagiem outro tipo de vírus.
 
25.- Se vou ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contagiar?
  Não.
 
26.- Qual é o risco das mulheres grávidas com este vírus?
  As mulheres grávidas têm o mesmo risco mas por dois, podem tomar os antivirais mas em caso de de contagio e com estrito controle médico.
 
27.- O feto pode ter lesões se uma mulher grávida se contagia com este vírus?
  Não sabemos que estragos possa fazer no processo, já que é um vírus novo.
 
28.- Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)?
  Não é recomendável, pode ocasionar outras doenças, a menos que você tenha prescriç� �o por problemas coronários, nesse caso siga tomado.
 
29.- Serve para algo tomar antivirales antes dos síntomas?
  Não serve para nada.
 
30.- As pessoas com AIDS, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia se contagiam com o vírus?
  SIM.
 
31.- Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza?
  NAO.
 
32.- O que mata o vírus?
  O sol, mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, álcool em gel.
 
33.- O que fazem nos hospitais para evitar contágios a outros doentes que não têm o vírus?
  O isolamento.
 
34.- O álcool em gel é efetivo?
  SIM, muito efetivo.
 
35.- Se estou vacinado contra a influenza estacional sou inócuo a este vírus?
  Não serve para nada, ainda não existe vacina para este vírus.
 
36.- Este vírus está sob controle?
  Não totalmente, mas estão tomando medidas agressivas de contenção.
 
37.- O que significa passar de alerta 4 a alerta 5?
  A fase 4 não faz as coisas diferentes da fase 5, significa que o vírus se propagou de Pessoa a Pessoa em mais de 2 países; e fase 6 é que se propagou em mais de 3 países.
 
38.- Aquele que se infectou deste vírus e se curou, fica imune?
  SIM.
 
39.- As crianças com tosse e gripe têm influenza?
  É pouco provável, pois as crianças são pouco afetadas.
 
40.- Medidas que as pessoas que trabalham devam tomar?
  Lavar-se as mãos muitas vezes ao dia.
 
41.- Posso me contagiar ao ar livre?
  Se há pessoas infectadas e que tosam e/ou espirre perto pode acontecer, mas a via aérea é um meio de pouco contágio.
 
42.- Pode-se comer carne de porco?
  SIM pode e não há nenhum risco de contágio.
 
43.- Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está controlado?
  Ainda que se controle a epidemia agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode voltar e ainda não haverá uma vacina.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.