Servidores no Paço reunidos com o Secretário de Gestão

Os servidores foram ao Paço Municipal nesta terça-feira (29/03) e entregaram para o governo a reivindicação para que o prefeito VETE e impeça o ataque dos vereadores aos direitos dos servidores. Estes ataques foram implantados como Emendas dentro de um Projeto de Lei que tratava de assunto completamente diferente (famosos JABUTIS): fim do AUXÍLIO-DOENÇA, diminuição pela metade dos prazos/valores da LICENÇA ACOMPANHANTE, mudança nas regras do ESTÁGIO PROBATÓRIO e alteração nas regras da LICENÇA MÉDICA.

Quem recebeu os trabalhadores foi o secretário de Gestão, que discordou que os ataques foram um golpe dos vereadores. Para ele, “esse é o papel da Câmara”.

Seria uma JOGADA ENSAIADA do prefeito Rogério Santos (PSDB) com os vereadores Benedito Furtado (PSB), Ademir Quintino (PSL) e Cacá Teixeira (PSDB)?

Se o prefeito aprovar, estará assinando embaixo dos argumentos MENTIROSOS desses vereadores como, por exemplo, que “o benefício estimula o afastamento do servidor”. Como se os servidores ADOECESSEM DE PROPÓSITO para receber auxílio. Essa é uma acusação muito grave que coloca em dúvida a honestidade dos servidores, dos médicos e da perícia da própria Secretaria de Gestão.

Se o vereador sabe de algum caso desse, TEM O DEVER de denunciar! Se não o fez até hoje, ou está ENCOBRINDO algum caso de corrupção ou está MENTINDO quando faz acusações genéricas desse tipo.

Veja como foi o ato aqui:

Veja quais foram os vereadores que aprovaram os ataques aqui.