RADAR: COVID-19 nas escolas

Veja abaixo como foi desastrosa a experiência em Santos de retorno com aulas presenciais antes da vacinação da comunidade escolar. Com apenas um mês e meio, a Prefeitura teve que voltar atrás e fechar todas as escolas novamente. A tentativa irresponsável foi do dia 01/02 até o dia 15/03 e resultou na morte de 3 trabalhadores, dezenas de casos nas escolas e no maior pico de toda a pandemia em números de contágios, internações e mortes na cidade.

Abaixo temos o mapa das escolas onde já foram registrados contágios e mortes por COVID-19. Clique no ícone para obter as informações da escola.

Legenda: (casos) e (mortes).

MORTES

- UME Ricardo Sampaio: professor Edson Martins Gomes (veja aqui)
- UME General Clóvis Bandeira Brasil: cozinheiro Wagner Rodrigues (veja aqui)
- UME Claudia Helena dos Santos Oliveira Corrêa: professora Andrea Alves (veja aqui)

CASOS

UME Anízio Bento
UME Candinha Ribeiro de Mendonça
UME Claudia Helena dos Santos Oliveira Corrêa
UME dos Andradas II
UME Eunice Caldas
UME General Clóvis Bandeira Brasil
UME Gota de Leite
UME Irmão José Genésio
UME Lourdes Ortiz
UME Magali Alonso
UME Maria Lucia Prandi
UME Maria Patrícia Fogaça
UME Martins Fontes
UME Monte Cabrão
UME Noel Gomes Ferreira
UME Olavo Bilac
UME Padre Francisco Leite
UME Padre Leonardo Nunes
UME Paulo Gomes Barbosa
UME Pedro II
UME Prefeito Oswaldo Justo
UME Professor Cely de Moura Negrini
UME Professora Maria Carmelita Proost Villaça
UME Ricardo Sampaio
UME Santista

Nota de pesar

Professor Edson Martins Gomes

UME Ricardo Sampaio

Cozinheiro Wagner Rodrigues

UME General Clóvis Bandeira Brasil

Professora Andrea Alves

UME Claudia Helena dos Santos Oliveira Corrêa

Nós do SINDSERV Santos lamentamos profundamente a morte de todas e todos os trabalhadores da categoria e de nossa classe. Ao mesmo tempo, reafirmamos que estes trabalhadores e trabalhadoras não serão esquecidos. Sua memória continuará viva na luta necessária para superarmos coletivamente este estado de coisas que inverte os valores, colocando a nossa vida abaixo dos interesses privados de governos e patrões.

Gráfico de novas internações por dia em Santos (https://www.seade.gov.br/coronavirus/) mostra que as primeiras semanas de aula presencial (iniciadas dia 01/02) contribuíram decisivamente para maior pico de toda a pandemia.

Mesmo com mortes, nova tentativa de retorno presencial

Mesmo com a desastrosa primeira tentativa de retorno presencial das aulas, o governo vai insistir no mesmo erro. No dia 04/04/2021 publicou Decreto Nº 9.287 que permite aulas presenciais:

"Art. 8º As aulas e demais atividades letivas presenciais no âmbito das Unidades Municipais de Educação (UMEs) e dos núcleos do Programa Escola Total, da Secretaria Municipal de Educação, serão retomadas a partir de 12 de abril de 2021, observados o limite de até 20% (vinte por cento) de capacidade e as regras, condições e protocolos definidos em ato da Secretaria Municipal de Educação.

Art. 9º Fica autorizado o funcionamento dos estabelecimentos privados de educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação profissionalizante para aulas e demais atividades letivas presenciais, a partir de 12 de abril de 2021, observados o limite de até 20% (vinte por cento) de capacidade e as regras, condições e protocolos definidos em ato da Secretaria Municipal de Educação."

ESSES SÃO OS (IR)RESPONSÁVEIS POR TUDO ISSO

Bolsonaro

Bolsonaro

Negacionista assumido, o presidente se recusou a comprar vacinas no final do ano passado (veja aqui, aqui, aqui e aqui), atrasando a imunização. Ele também promove aglomerações, o não uso de máscara e remédios milagreiros que não funcionam.

Doria

Doria

O governador finge não ser negacionista para tentar polarizar com Bolsonaro e se apresentar como opção para as eleições em 2022. Mas a prática é o critério da verdade. Doria já tentou privatizar o Butantan em 2019, vive atacando o SUS e os funcionários públicos (veja aqui). Além de tudo isso, foi ele que autorizou estadualmente o retorno às aulas presenciais, o que MATOU dezenas de professores e funcionários de escolas por todo o Estado de SP.

Rogério Santos

Rogério Santos

Prefeito de Santos

Ignorou os professores e funcionários de escola e decretou a volta às aulas presenciais causando mortes e o maior pico de toda a pandemia. Não satisfeito, vai promover mais contágio e mortes com novo decreto de reabertura das escolas.

Cristina Barletta

Cristina Barletta

Secretária de Educação

Não quis escutar os professores e funcionários de escola. Mesmo após mortes de servidores, continuou fazendo propaganda da volta às aulas presenciais (veja aqui). Não satisfeita, vai promover mais contágio e mortes com novo decreto de reabertura das escolas.

Adriano Catapreta

Adriano Catapreta

Secretária de Saúde

Aprovou a volta às aulas presenciais que causou mortes e o maior pico de toda a pandemia (veja aqui). Estando no maior cargo de Saúde da cidade, as mortes ocorridas pela decisão EQUIVOCADA também são de sua (IR)RESPONSABILIDADE.

Charges e tweets

NOTÍCIAS SOBRE AULAS PRESENCIAIS AQUI E EM OUTROS LOCAIS

- 16/03/2021 - Internações de crianças com covid-19 disparam em todo o Brasil (Rede Brasil Atual);

- 09/03/2021 - Neste momento, escolas devem ficar fechadas na maioria dos estados do Brasil, diz grupo de pesquisadores (O Globo);

- 07/03/2021 - Professores da Baixada Santista morrem de covid-19 após volta às aulas presenciais (A Tribuna);

- 04/03/2021 - Após diagnóstico de infecção de garganta e urinária, professora morre por complicações da Covid-19 (Revista Fórum);

- 04/03/2021 - Sindicato denuncia morte de 20 professores por covid-19 após a volta às aulas em São Paulo (Rede Brasil Atual);

- 03/03/2021 - Covid-19: onda de contaminação atinge professores da Baixada Santista (Diário do Litoral);

- 07/02/2021 - Reino Unido já interna 100 crianças por semana com síndrome rara pós-Covid (CNN Brasil);

- 02/02/2021 - Surto de covid-19 fecha duas escolas privadas de Campinas (R7);

- 27/01/2021 - Com 9 professores do Ifam mortos pela Covid, docentes querem aulas só após vacina (Amazonas Atual);

- 21/01/2021 - Portugal fecha escolas e universidade após recorde diário de mortes por Covid-19 (CNN Brasil);

- 18/12/2020 - Número de crianças internadas com Covid-19 cresce 85% em um mês em São Paulo (O Globo);

- 15/12/2020 - Surto de casos de coronavírus faz Europa decretar novos lockdowns (Exame);

- 18/11/2020 - Alunos e professores de escolas particulares pegam covid-19 após 15 dias de aulas (RBA);

- 17/11/2020 - Covid-19: Nova York e Europa voltam a fechar escolas e mundo ultrapassa 1,3 milhão de mortos (Yahoo Notícias);

- 26/10/2020 - Reabertura de escolas aumenta em 24% taxa de transmissão de Covid-19, aponta estudo em 131 países (CPERS);

- 18/09/2020 - Após 3 semanas de reabertura, número de escolas fechadas por covid-19 avança na França (BBC News Brasil);

- 04/09/2020 - Reabertura na Europa: avanço da Covid-19 fecha 22 escolas na França (iG Último Segundo);

- 18/05/2020 - Uma semana após retorno das aulas, França fecha 70 escolas por contágio de Covid-19 (Diário de Pernambuco);

Nos ajude a mapear todos os casos que ocorreram nas escolas municipais após o começo das aulas presenciais.

Denuncie também falta de condições para executar o trabalho com segurança mínima (falta de água, EPIs, ventilação...).

Veja aqui todas as condições prometidas pelo governo, elas foram atendidas na sua unidade.

 

Não se omita!
A sua atitude pode salvar a SUA VIDA, a vida dos SEUS PARENTES, dos seus COLEGAS de trabalho, dos ALUNOS, dos FAMILIARES deles e de TODA A POPULAÇÃO!

Sua UME também teve casos de contágio?

(não será divulgado)
(não será divulgado)
(não será divulgado)
As perguntas abaixo aplicam-se a toda comunidade escolar (alunos, equipe, funcionários e professores).